Endurance
03/06/2018 13:40

Alonso melhora tempo da manhã, confirma liderança dos testes coletivos e completa debute perfeito em Le Mans

Fernando Alonso foi, de fato, o grande protagonista do Journée Test, a tradicional sessão de testes coletivos que acontece duas semanas antes das 24 Horas de Le Mans. E como tal, o bicampeão mundial de F1 provou seu valor e talento na pista para melhorar o tempo da manhã e confirmar o Toyota TS050 Hybrid #8 na ponta da tabela deste domingo (3) com 3min19s066
Warm Up / Redação GP, de Sumaré
 Fernando Alonso foi absoluto na tabela de tempos da primeira sessão de testes em Le Mans (Foto: Toyota)


O domingo (3) que marcou a estreia de Fernando Alonso em Le Mans não poderia ter sido melhor. Com um desempenho bastante sólido e turnos muito fortes sempre que esteve na pista, o bicampeão mundial de F1 mostrou rápida adaptação ao lendário traçado francês — fruto do forte trabalho feito nos simuladores e também durante as 16 horas de vídeo de corridas as quais o espanhol assistiu — e tirou a melhor performance do Toyota TS050 Hybrid nesta tarde. Alonso melhorou em quase 2s5 o tempo registrado pela manhã e fechou o dia no topo da tabela de tempos com 3min19s066, liderando a tripulação composta também pelo suíço Sébastien Buemi e pelo japonês Kazuki Nakajima.
 
É bem verdade que Alonso não foi o senhor soberano da tabela de tempos durante toda a sessão em Le Mans. Na retomada dos testes à tarde, Kamui Kobayashi, que corre com o Toyota TS050 Hybrid #8, assumiu a ponta com 3min20s008. Mas quando o espanhol voltou a pista para fazer mais um stint, então a marca do nipônico foi demolida com contundência com 3min19s066 para confirmar o melhor tempo dos testes coletivos antes de entregar o comando do LMP1 a Buemi, que se revezou com Nakajima e novamente Alonso, em mais um turno. Coube a Kazuki encerrar os trabalhos do dia para o protótipo #8 nesta tarde.
 
Cabe destacar, novamente, a forte performance do LMP1 Rebellion R13 Gibson, que foi o primeiro dentre os protótipos não híbridos da sessão de testes. A tripulação do #3, formada por Thomas Laurent, Mathias Beche e Gustavo Menezes ficou a apenas 0s614 do tempo registrado por Alonso e quase 0s4 à frente do Toyota #7, de Kobayashi, Mike Conway e José María López. O argentino, no entanto, teve a chance de guiar o #8, invertendo papeis com Alonso, que também pilotou o LMP1 do segundo trio da marca japonesa.
Fernando Alonso confirmou a liderança do teste coletivo de Le Mans neste domingo (Foto: Toyota)
O forte trio formado por André Lotterer, Neel Jani e Bruno Senna, a bordo do LMP1 #1 da Rebellion, marcou o quarto melhor tempo da sessão, enquanto Jenson Button, que também fez seu debute em Le Mans neste domingo a bordo do BR1 AER da equipe russa SMP, completou o top-5 da sessão em tripulação composta também por Vitaly Petrov e Mikhail Aleshin.
 
Na classe LMP2, a melhor marca dos testes coletivos ficou com a DragonSpeed, que neste ano ataca em duas frentes em Le Mans, tendo também um protótipo na LMP1. A tripulação do Oreca 07 Gibson #31, formada por Pastor Maldonado, Ricardo González e Nathanaël Berthon, superou com folga o tempo registrado pelo reserva da G-Drive, Alexandre Imperatori, para liderar a segunda classe mais rápida na pista de Le Mans com 3min27s228.
 
E se pela manhã o domínio na tabela de tempos ficou todo com os quatro Ford GT da Ganassi nas quatro primeiras posições, no período da tarde a equipe de fábrica virou o jogo e colocou seus dois carros na ponta da tabela da LMGTE-PRO. O conjunto do carro #93, formado por Patrick Pilet, Nick Tandy, Earl Bamber e Dirk Werner, marcou 3min52s551 em sua melhor passagem num total de 67 voltas, ficando apenas 0s095 à frente do 911 RSR guiado por Richard Lietz, Gianmaria Bruni e Frédéric Makowiecki. 
 
O melhor Ford GT foi novamente o #67, de Andy Priaulx, Harry Tincknell e Tony Kanaan, em ação neste fim de semana em Detroit com a Indy.
 
Pipo Derani e Daniel Serra, que neste ano vão defender a AF Corse, equipe oficial da Ferrari em Le Mans na LMGTE-PRO, tiveram seus carros em 12º e 13º, respectivamente, na categoria.
 
Por fim, na classe LMGTE-AM, a liderança ficou com a tripulação da Dempsey-Proton Racing, formada por Christian Ried, Julien Andlauer e Matt Campbell. A bordo do Porsche 911 RSR, o trio terminou na frente com 3min55s970 como melhor tempo da sessão em Sarthe.
PADDOCK GP ESPECIAL BAR DO ZÉ #1

AFINAL DE CONTAS, MÔNACO MERECE OU NÃO CONTINUAR NA F1?