Angelelli e Taylor faturam prova da Grand-Am no Alabama. Melhor brasileiro, Pizzonia é quinto

Max Angelelli conteve o ímpeto de Alex Gurney para terminar a terceira etapa da temporada da Grand-Am na primeira posição. Foi a primeira vitória de Jordan Taylor, companheiro de Angelelli, na categoria

Na movimentada prova de Barber da Grand-Am, disputada neste sábado (6), foi o duo formado por Max Angelelli e Jordan Taylor que levou a melhor. Angelelli assumiu a primeira posição com 45 minutos restando no relógio e, a partir daí, teve trabalho para conter as investidas de Alex Gurney, parceiro de Jon Fogarty, mas conseguiu se manter à frente para triunfar pela 22ª vez na categoria.

Se, para Angelelli, essa foi apenas mais uma vitória, ela será especial para seu companheiro de equipe. Taylor, que pilotou o Corvette #10 na fase inicial da disputa e chegou a liderar por cinco voltas, comemorou pela primeira vez na classe de protótipos – ele já havia vencido duas vezes com carros de GT.

Angelelli cruza a linha de chegada na primeira posição (Foto: Divulgação)

Donos da melhor volta da prova, Ricky Taylor e Richard Westbrook ficaram na terceira posição, à frente de Scott Pruett e Memo Rojas, pilotos da Ganassi.

Dentre os brasileiros, o melhor foi Antonio Pizzonia, que compete ao lado do colombiano Gustavo Yacamán. O manauara completou o top-5 da corrida do Alabama. Christian Fittipaldi e Brian Frisselle ficaram na 11ª posição.

Ozz Negri não competiu no Alabama, e nem vai correr na próxima etapa, em Road Atlanta. O piloto se afastou novamente das pistas para se recuperar da fratura que sofreu na perna direita no fim de dezembro e que ainda não curou completamente.

A vitória entre os carros de gran-turismo ficou com a equipe Stevenson e o Chevrolet Camaro pilotado por John Edwards e Robin Liddell.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube