BMW anuncia retorno ao endurance com LMDh nas 24 Horas de Daytona de 2023

Junto de Acura, Audi e Porsche, BMW anunciou, por meio de post enigmático, que retornará ao endurance com protótipo da classe LMDh. Previsão é que montadora alemã corra novamente nas 24 Horas de Daytona de 2023

Acidente do líder, erro do campeão e vitória de Pérez: os melhores momentos do GP do Azerbaijão (GRANDE PRÊMIO com Reuters)

A BMW confirmou, nesta quinta-feira (10), a intenção ao universo do endurance em 2023. Markus Flasch, diretor-executivo do setor de esporte a motor da montadora, publicou uma imagem nas redes sociais do BMW V12 LMR e a mensagem “Estamos de volta, Daytona 2023”. O anúncio oficial ainda não aconteceu.

A montadora alemã vai deixar a Fórmula E ao fim desta temporada e já tinha citado o interesse de retornar ao endurance. Com a convergência dos regulamentos de WEC e IMSA e a criação do protótipo LMDh, a BMW deve reestrear nas 24 Horas de Daytona de 2023, visando uma participação em Le Mans.

A publicação de Flasch não esclareceu se a intenção da montadora de Munique tem a intenção de um programa duplo no WEC e no IMSA. A convergência de regras permite que o mesmo protótipo seja utilizado nas duas competições.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

BMW, de Maximilian Gunther, vai deixar a FE (Foto: Fórmula E)

A BMW foi a vencedora da edição de 1999 das 24 Horas de Le Mans com o trio formado por Pierluigi Martini, Yannick Dalmas e Joachim Winkelhock. A equipe não defendeu o título na edição de 2000 por foco na parceria com a Williams na F1, focando apenas na American Le Mans Series antes de aposentar o carro.

A BMW se tornou a quarta montadora na lista de protótipos LMDh que devem correr em 2023, junto de Porsche, Audi e Acura.

Evelyn Guimarães prevê demissão de Valtteri Bottas (Vídeo; GRANDE PRÊMIO)

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar