Com voltas de Sebring e Fuji, WEC anuncia calendário para temporada 2022

Pouco antes do início das 24 Horas de Le Mans, o WEC anunciou o calendário provisório para a temporada 2022. As novidades são as voltas de Sebring e Fuji, mas a etapa em Portimão foi retirada do cronograma inicial

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTubeGP | GP2

Às vésperas da etapa mais importante de 2021, as 24 Horas de Le Mans, o Mundial de Endurance revelou o calendário da próxima temporada, com um prólogo e seis provas previstas entre março e novembro de 2022 ao redor do mundo. As novidades são as voltas de Sebring e Fuji, mas também a ausência da corrida em Portugal.

O prólogo oficial, que funciona como um teste de pré-temporada, será realizado em Sebring nos dias 12 e 13 de março. A pista americana ainda recebe a abertura da temporada, no dia 18 do mesmo mês, com as 1000 Milhas de Sebring. Essa etapa marca o retorno do local ao calendário, após o cancelamento em 2021, por conta da pandemia de Covid-19.

No dia 7 de maio, a categoria volta a acelerar com as 6 Horas de Spa, na Bélgica. Depois, a tradicional corrida de 24 horas em Le Mans, que volta a ser disputada em junho, nos dias 11 e 12. Nos últimos dois anos, pela pandemia, a prova foi forçada a ser disputada em agosto.

As 8 Horas do Bahrein novamente fecham o calendário (Foto: WEC)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

A quarta etapa do calendário será no dia 10 de julho, com as 6 Horas de Monza, na Itália. Em 11 de setembro, Fuji volta a receber uma corrida depois do cancelamento de 2021. O cronograma inicial se encerra em 12 de novembro, com as 8 Horas do Bahrein.

Presidente da Comissão de Endurance da FIA, Richard Mille comentou sobre o novo calendário do Mundial para a próxima temporada. “Seis etapas formam a solução perfeita para o WEC. O próximo ano será bem balanceado, com eventos espalhados por todo o ano. O retorno aos Estados Unidos e à Ásia é um fator importante”, afirmou.

Frédéric Lequien, diretor-executivo do WEC, também analisou o cronograma. “Nosso objetivo era criar um pacote global e com bom custo-benefício após 18 meses bem difíceis para montadoras e equipes”, pontuou.

“Com o calendário de 2022, alcançamos a mistura ideal de pistas clássicas e heranças do endurance. Estamos confiantes que a temporada será bem vista por competidores e espectadores”, finalizou.

LEIA TAMBÉM
+Kobayashi derrota Hartley e coloca Toyota #7 na pole das 24 Horas de Le Mans

+Retornos, sonhos de vitórias e pódios: os seis brasileiros das 24 Horas de Le Mans
+Le Mans vai colocar hipercarros à prova e definir rumos do Mundial de Endurance
+24 Horas de Le Mans se preparam para volta do público e estreia dos hipercarros

Teve big one da Nascar em circuito misto: eis o caos provocado por um dano na zebra na curva 6 em Indianápolis (Vídeo: Reprodução)

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar