Endurance

Companheiro celebra ‘encaixe’ de Alonso e Kobayashi para 24h de Daytona: “Trouxeram muita experiência”

Jordan Taylor tem dois novos companheiros nas 24 Horas de Daytona – Fernando Alonso e Kamui Kobayashi chegaram com a missão de se acostumar rapidamente. Seja pelo aprendizado ou pelo bom encaixe, Taylor está bem satisfeito
Warm Up / Redação GP, de Berlim
O Cadillac #10 da Wayne Taylor Racing conta com quatro pilotos – dois acostumados com o automobilismo americano, dois acostumados com o europeu. São eles Fernando Alonso e Kamui Kobayashi, que começaram a preparação para as 24 Horas de Daytona correndo contra o relógio para se acostumar. E, aos olhos da equipe, não poderiam estar fazendo um trabalho melhor: Jordan Taylor, companheiro do espanhol e do japonês, ficou surpreso com o ‘encaixe’ das duas novas peças.
 
“Acho difícil julgar onde estamos em termos de ritmo, mas acho que o carro progrediu muito com algumas mudanças”, disse Taylor, entrevistado pelo ‘Motorsport.com’. “Também foi bom ter Alonso e Kobayashi se acertando com o carro e se sentindo mais confortáveis. Esse é o ponto desse teste, deixar todo mundo confortável, treinar a troca de pilotos, uma rotina com a qual eles não estão acostumados, e procedimentos de pit-stops”, seguiu.
Kamui Kobayashi, Fernando Alonso, Renger van der Zande e Jordan Taylor com o Cadillac #10 (Foto: Reprodução/Twitter)
Taylor, Alonso, Kobayashi e Renger van der Zande chegaram até mesmo a liderar treinos livres em Daytona. Na pré-classificação, o resultado foi um pouco abaixo: sexto melhor tempo. Mas nada que abale o clima de otimismo.
 
“Acho que conseguimos nos adiantar para a corrida. Quando chegar a hora de voltar, vai ser uma questão de afinar o acerto. A gente já sabia que esses caras iam se encaixar bem. É uma questão de entender os diferentes estilos de pilotagem, entender se eles gostam do carro se comportando do mesmo jeito, com o mesmo set-up... Mas eles se encaixaram super bem e trouxeram muita experiência, então é interessante ouvir o feedback e a direção que eles indicam”, celebrou Taylor.
 
“Eles [Alonso e Kobayashi] têm tanta experiência e tantas ideias de coisas que a gente talvez nem tenha pensado em termos de acerto e pilotagem. Você nunca para de aprender e esses são dois caras com os quais podemos aprender muito”, encerrou.
 
A pré-classificação foi o ponto final do ‘Roar Before 24’, sequência de atividades que abre o trabalho para as 24 Horas de Daytona. O treino classificatório e a corrida, por sua vez, ficam para o fim de semana dos dias 26 e 27 de janeiro.