Bamber/Lynn/Jani lidera 1-2-3 da Cadillac e vence 12 Horas de Sebring

Pela classe principal, a DPi, trio levou Cadillac da Ganassi ao triunfo na segunda etapa do IMSA, campeonato americano de endurance. Na LMP3, Felipe Fraga ficou em quinto e, na GTD Pro, Felipe Nasr e Daniel Serra terminaram na quinta e nona posições, respectivamente

FÓRMULA 1 AO VIVO 2022: TUDO SOBRE A CLASSIFICAÇÃO DO GP DO BAHREIN | Briefing

O trio formado por Earl Bamber, Alex Lynn e Neel Jani levou neste sábado (19) o Cadillac da Ganassi à vitória nas 12 Horas de Sebring, no circuito da Flórida, válida pela segunda etapa do IMSA — campeonato americano de endurance. Os pilotos assumiram a liderança da prova na nona hora de corrida.

Também pela classe principal, a DPi, o segundo lugar ficou com Tristan Vautier, Richard Westbrook e Loic Duval, trio do Cadillac da JDC-Miller, que cruzaram a linha de chegada seis segundos atrás dos líderes. O brasileiro Pipo Derani, ao lado de Tristan Nuñez e Mike Conway, garantiu a terceira posição em um Cadillac da Action Express.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

(Foto: IMSA)

Na tabela de tempos, após o 1-2-3 da Cadillac, vem a Acura. Com um carro fornecido pela Wayne Taylor, Ricky Taylor, Felipe Albuquerque e Will Stevens chegaram na quarta colocação, seguidos de Oliver Jarvis, Tom Blomqvist e Stoffel Vandoorne, em outro Acura – mas, dessa vez, da Meyer Shank.

Na classe LMP2, os vencedores Scott Huffaker, Ben Keating e Mikkel Jensen, da PR1/Mathiasen, dominaram do começo ao fim e deram uma volta na concorrência – 345 giros no circuito, contra 344 de Giedo van der Garde, Frits van Eerd e Dylan Murry, que terminaram em segundo. O trio composto por Dwight Merriman, Kyle Tilley e Ryan Dalziel acabou a prova de endurance na terceira posição.

Pela LMP3, João Barbosa, Malthe Jakobsen e Lance Willsey, da Sean Creech, seguraram o trio composto por Garrett Grist, Dakota Dickerson e Ari Balogh e conquistaram a vitória. O brasileiro Felipe Fraga, que venceu em Daytona na primeira etapa, ao lado de Gar Robinson e Kay van Berlo, enfrentou problemas no radiador de seu carro e terminou somente em quinto lugar.

O’WARD DEVE ESQUECER FÓRMULA 1 E PENSAR NO TÍTULO DA INDY

Já na GTD Pro, uma corrida animada viu Antonio Garcia, Nicky Catsburg e Jordan Taylor, da Corvette, consagrarem-se vencedores. O trio do brasileiro Felipe Nasr, com Matt Campbell e Mathieu Jaminet, acabou a prova na quinta posição. Outro piloto nacional envolvido na disputa, Daniel Serra, junto de Davide Rigon e Eddie Cheever, cruzou a linha de chegada na nona colocação, com uma Ferrari da Risi Competizione.

Para finalizar, na classe GTD, Antonio Fuoco, Roberto Lacorte e Giorgio Sernagiotto venceram com uma Ferrari da Cetilar Racing. A próxima etapa do IMSA, campeonato americano de endurance, será em Long Beach, no dia 10 de abril.

FÓRMULA 1 2022: SAINZ E LECLERC COM CHANCES IGUAIS NA FERRARI. POR QUE É IMPORTANTE?
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar