Endurance

Ganassi decide chamar Kanaan para lugar de lesionado Bourdais para disputa das 24 Horas de Le Mans

Tony Kanaan vai fazer a sua estreia nas 24 Horas de Le Mans neste ano. Andando com o Ford GT da Ganassi na classe GTE-Pro, o brasileiro foi chamado para substituir Sébastien Bourdais, que segue em recuperação depois do forte acidente que sofreu durante a classificação das 500 Milhas de Indianápolis
Warm Up / Redação GP, de Curitiba
 Tony Kanaan (Foto: IndyCar)
 

Tony Kanaan vai estrear nas 24 Horas de Le Mans. A chance de última hora surgiu por conta da recuperação de Sébastian Bourdais, que fraturou a bacia e a pélvis no forte acidente que sofreu durante a classificação para as 500 Milhas de Indianápolis. Assim, a equipe Ganassi-Ford decidiu chamar o brasileiro para substituir o francês na edição deste ano da mais importante corrida de longa duração do planeta. A prova acontece no próximo dia 17 de junho.
 
O campeão de 2004 da Indy vai se juntar a Joey Hand e Dirk Müller no Ford GT #68 da classe GTE-Pro. A dupla e Boudais, inclusive, foram os vencedores da categoria na edição de 2016 da prova francesa. E, neste ano, Kanaan já fez parte da equipe na disputa das 24 Horas de Daytona.
Tony Kanaan vai fazer sua estreia nas 24h de Le Mans pela Ganassi com Ford GT (Foto: Ganassi)

"Estamos muito satisfeitos por contar com um piloto da experiência e o talento de Tony no carro #68 para as 24 Horas de Le Mans", disse Dave Pericak, diretor-geral de competições da Ford, durante um evento da área automotiva.  
 
"Certamente, não é a situação ideal e estamos com o coração partido de ver que Sébastien não vai poder voltar e defender a vitória do ano passado. Nós sabemos o quanto essa corrida representa para ele. Mas ele faz parte dessa importante família e estamos torcendo muito por uma rápida recuperação", completou o dirigente.

Tony se disse honrado com o convite e agradeceu a chance de correr em uma prova "que há tempos estava nos planos". "É uma honra para mim ser chamado para completar a formação da equipe nas 24 Horas de Le Mans", disse o piloto da Ganassi na Indy. "É, obviamente, uma situação infeliz que nos levou a isso devido aos ferimentos de Sébastien, mas vou fazer o meu melhor para tomar seu lugar e tentar ajudar o time a ganhar essa incrível corrida novamente neste ano", acrescentou.

"Definitivamente, esta corrida é algo que estava nos meus planos há muito tempo, então agradeço ao Chip Ganassi e aos nossos parceiros da Ford por essa oportunidade", emendou Tony.

Kanaan, entretanto, vai perder o dia de testes coletivos para a corrida em Le Mans, marcado para 4 de junho. O piloto, na verdade, tem compromissos com a Indy no mesmo fim de semana e corre a rodada dupla em Detroit.

Além de Tony, o Brasil será representado por Rubens Barrichello, Pipo Derani, Bruno Senna, Nelsinho Piquet, Daniel Serra, Fernando Rees, André Negrão e Lucas Di Grassi.
ALONSO ATINGE NOVO PATAMAR NA HISTÓRIA DO AUTOMOBILISMO NA ESPETACULAR INDY 500