Ousada, Nissan almeja alcançar 300 km/h com ZEOD RC empurrado apenas por motor elétrico

Inspirado no Delta Wing, projeto ousado da Nissan deve estrear em Le Mans em 2014. A montadora japonesa pretende alcançar 300 km/h no protótipo com motor elétrico. A ideia é completar toda a prova sem precisar realizar qualquer carga de reabastecimento

Apresentado na última sexta-feira (21), o protótipo ZEOD RC, fabricado pela Nissan, promete revolucionar a tecnologia dos carros elétricos, em ascensão na indústria automobilística mundial. A montadora pretende colocar seu novo veículo, equipado com bateria elétrica e também com um motor movido a gasolina, na pista nas 24 Horas de Le Mans de 2014. A intenção da Nissan é fazer do ZEOD RC o protótipo elétrico mais rápido do mundo. A meta é fazê-lo alcançar velocidades semelhantes tanto com motor convencional como com energia elétrica: cerca de 300 km/h.

O modelo é claramente inspirado no Delta Wing. O ZEOD RC será construído pela RML, idealizadora do projeto do Delta Wing, que teve a participação da Nissan como fornecedora de motores. Os propulsores elétricos e baterias serão desenvolvidos pela Nismo, braço da Nissan no Japão.

Diretor de inovação da Nissan e projetista responsável pelo ZEOD RC, Bem Bowlby disse que um dos objetivos é executar as mesmas velocidades com motor elétrico como também a gasolina. 
Nissan almeja levar ZEOD RC aos 300 km/h com motor elétrico (Foto: Nissan)

“A primeira meta, e isso pode não soar como um grande desafio, é fazer 300 km/h em linha reta e em uma volta como um autêntico veículo elétrico. Isso é cerca de 40 megajoules [umidade de medição de energia mecânica] de energia, que é uma quantidade grande de energia para armazenar numa bateria”, comentou.

Darren Cox, diretor-esportivo mundial da Nissan, disse que a ideia é iniciar os testes com o ZEOD RC usando apenas o motor elétrico. “Quando o carro for à pista pela primeira vez, estamos com a intenção de que ele seja totalmente elétrico, que ele não tenha motor a gasolina.”

“Queremos provar que podemos ser muito rápido apenas com energia elétrica, para provar que os veículos elétricos podem ser empolgantes e rápidos”, continuou o engenheiro, que disse que a configuração do motor de combustão interna, descrita pela Nissan como um mecanismo de reforço, ainda será apresentada. Cox, porém, aposta em inovação nesta área.

“Ninguém fez o que vamos fazer com o motor de combustão interna. Vai ser um pouco diferente do que você já viu no automobilismo até agora”, declarou Cox, apostando em mais uma inovação para a indústria automobilística mundial.

A maior referência e inovação da Nissan é o Delta Wing, inovador projeto aerodinâmico que disputou as 24 Horas de Le Mans em 2012. Para Bowlby, o protótipo  serve como base por conta de sua eficiência aerodinâmica. “Este é um carro novo, mas que usa a tecnologia do Delta Wing e que nos dá uma grande eficiência. Isso é algo que nos faz entender sobre qual a maneira mais eficiente de se locomover em Le Mans”, destacou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube