Kobayashi crava pole para Toyota #7 nas 8 Horas do Bahrein em decisão do WEC 2021

Kamui Kobayashi garantiu a última pole-position da temporada no Mundial de Endurance e colocou o Toyota #7 na pole das 8 Horas do Bahrein, prova que acontece neste sábado em Sakhir

TOTO WOLFF ‘SEM FILTRO’ É PIMENTA QUE POVO QUER PARA GP DO MÉXICO DE F1 | WGP

A tripulação do hipercarro Toyota #7 está a um dia de conquistar o título do Mundial de Endurance. Kamui Kobayashi garantiu a pole-position das 8 Horas do Bahrein para o trio formado também pelo argentino José María ‘Pechito’ López e pelo britânico Mike Conway. Uma vez que a posição de honra do grid vale 1 ponto, o conjunto só precisa terminar a corrida, neste sábado, para assegurar o título mundial. A taça dos Construtores nos hipercarros já foi celebrada pela Toyota nas 6 Horas do Bahrein, no sábado passado.

Como são apenas três carros na classe dos hipercarros, sendo dois Toyota e o Alpine, que corre com o antigo LMP1 da Rebellion, o trio do Toyota #7 garante o título por terminar a corrida, já que finalizaria com a terceira posição. Com 146 pontos e na liderança do campeonato, Kobayashi, ‘Pechito’ e Conway estão 16 à frente de Brendon Hartley, Sébastien Buemi e Kazuki Nakajima, que se despede das pistas neste fim de semana para assumir uma função diretiva na marca japonesa.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

TOYOTA; MUNDIAL DE ENDURANCE; BAHREIN;
A Toyota protagoniza a primeira fila das 8 Horas do Bahrein (Foto: Toyota Gazoo Racing)

Kobayashi venceu a disputa com Hartley pela pole-position. Na primeira volta rápida, Kamui cravou 1min46s250, contra 1min48s895 de Hartley. Na segunda tentativa, o japonês não melhorou, enquanto o piloto do Toyota #8 encostou, ficou 0s290 atrás, mas não o bastante para ameaçar a posição de honra do #7. Mathieu Vaxivière marcou 1min47s025 como melhor volta e ficou a 0s775 do tempo da pole. O francês é um dos pilotos do A480 da Alpine ao lado de Nicolas Lapierre e André Negrão.

Na disputa da classe LMP2, Filipe Albuquerque garantiu a pole para a United Autosports, em trio formado também por Fabio Scherer e Philip Hanson. O trio que lidera o campeonato, formado por Charles Milesi, Ferdinand Habsburg e Robin Frijns, vai largar apenas em sétimo na classe com o protótipo da WRT.

Em luta ferrenha pelo título na classe LMGTE-Pro, a Porsche bateu a Ferrari na luta pela pole e vai largar na frente com o trio formado por Kevin Éstre, Neel Jani e Michael Christensen. A tripulação soma 138 pontos, apenas 1 a menos que Alessandro Pier Guidi e James Calado, com a Ferrari da AF Corse, que vão largar em segundo na classe. Daniel Serra marcou o tempo para a Ferrari #52 da AF Corse, que vai partir da quarta posição.

Já na LMGTE-Am, a pole ficou com outro carro da Ferrari. Roberto Lacorte, Giorgio Sernagiotto e Antonio Fuoco pilotam o carro que vai largar na frente nas 8 Horas do Bahrein pela Cetilar Racing. O trio não tem chances de título, diferente do conjunto composto por François Perrodo, Nicklas Nielsen e Alessio Rovera.

O trio da AF Corse vai partir em segundo neste sábado no grid da classe, enquanto Felipe Fraga, Ben Keating e Dylan Pereira, que ainda sustentam chances de título, vão partir em quinto lugar no grid da categoria com o Aston Martin da equipe TF Corse. Uma posição atrás vai largar o Aston Martin de Paul Dalla Lana, Augusto Farfus e Marcos Gomes, pela equipe NorthWest.

A largada das 8 Horas do Bahrein está marcada para 8h (de Brasília, GMT-3) deste sábado e vai contar com transmissão ao vivo pelo serviço de streaming Star+.

David Vidales quase decola e acerta Dino Beganovic. Os dois pilotos, da Prema, abandonaram em Monza (Vídeo: FRECA)
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar