Limite de potência de 1000hp estabelecido para protótipos LMP1 vale apenas para 24 Horas de Le Mans

É só nas 24 Horas de Le Mans que os protótipos da classe LMP1 do WEC terão sua potência limitada a 1000hp, devido às características do circuito. Nas demais etapas, disputadas em circuitos de F1, não haverá tal limitação

É só nas 24 Horas de Le Mans, devido à classificação do circuito diante dos padrões da FIA, que haverá um limite de 1000hp de potência "instantânea" para os protótipos LMP1. Nas demais corridas do Mundial de Endurance, tal limite não existirá.

O esclarecimento foi feito após um impreciso anúncio do Conselho Mundial da FIA, na última quarta-feira (30), que dava a entender a restrição seria obrigatória para toda a temporada.

Em 2016, o WEC terá nove corridas, oito delas em circuitos que ou estão no calendário da F1, ou estiveram recentemente. Portanto, autódromos que se encaixam no mais alto padrão de segurança da FIA.

Não vai ser tão cedo que alguém vai ter a chance de quebrar o recorde de Neel Jani em Le Mans (Foto: Porsche)

Sarthe, no entanto, é um circuito que possui homologação de 'grau 2' na entidade. Apenas um trecho da pista é fechado. A maior parte do traçado é formada por estradas públicas francesas em que os carros do WEC andam a altíssimas velocidades.

Neste ano, Neel Jani, com a Porsche, conseguiu a pole-position com um tempo recorde de 3min16s887. O julgamento da Comissão de Endurance é que um tempo 'seguro' para se percorrer os mais de 13km da pista é acima de 3min20s.

Na temporada 2015, tanto a Porsche, inscrita na subclasse de 8MJ de potência híbrida, quanto a Toyota, na subclasse de 6MJ, dizem que seus protótipos atingem uma potência total que passa dos quatro dígitos. Isso, contando tanto o motor de combustão interna quanto os sistemas de recuperação de energia. 

Já era esperada uma queda na performance dos carros devido à redução na quantidade de combustível que cada time poderá usar. Em 2016, será preciso trabalhar com 10 MJ a menos nas 24 Horas de Le Mans, e uma conta proporcional será feita para as demais etapas. A ideia é que, desde que o atual regulamento foi introduzido em 2014, as montadoras já fizeram avanços que tornam possível este estímulo ainda maior à eficiência dos motores. 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube