Senna/Menezes/Nato sobra e vence 6 Horas de Austin pela Rebellion

Com a Toyota novamente muito restringida em termos de performance, a Rebellion ficou com a faca e o queijo na mão para vencer tranquilamente em Austin. É o segundo triunfo de Bruno Senna, Gustavo Menezes e Norman Nato na temporada

As 6 Horas de Austin, realizada neste domingo (23) no Circuito das Américas, voltou a reservar um resultado inusitado para um Mundial de Endurance tão dominado pela Toyota. Com a performance dos carros japoneses restringida para aumentar a competitividade da classe LMP1, restou à Rebellion de Bruno Senna, Gustavo Menezes e Norman Nato disparar e vencer com 51s de vantagem.
 
A corrida começou a ter resultado definido ainda na primeira hora, quando a Rebellion abriu vantagem e os carros da Toyota mostraram desempenho discrepante. O #8, de Sébastien Buemi, Kazuki Nakajima e Brendon Hartley, chegou ao fim das seis horas de disputa com duas volta de vantagem sobre o #7, de Mike Conway, Kamui Kobayashi e José María López. Em uma classe LMP1 de apenas três carros, a ação não foi muita.
A Rebellion sobrou em Austin (Foto: Rebellion)

Na LMP2, quem se deu bem foi a United Autosports. O carro #22, pilotado por Philip Hanson, Filipe Albuquerque e Paul di Resta encaixou a segunda vitória seguida no WEC, isso após triunfo no Bahrein. A superação foi importante dessa vez, com o trio precisando recuperar terreno após se ver na parte de trás da categoria ainda na hora inicial.

 
A GTE Pro, por sua vez, rendeu vitória da Aston Martin. O carro #95 sobrou com Nicki Thiim e Marco Sorensen. Com Thiim ao volante, o bólido não teve dificuldades para abrir vantagem confortável desde o começo da prova, assegurando o terceiro triunfo do ano. Na GTE Am também deu a marca britânica, com carro guiado por Salih Yoluc, Charles Eastwood e Jonathan Adam.
 
Os outros brasileiros, por sua vez, tiveram um dia um tanto discreto. André Negrão ficou em sexto na LMP2, terminando duas voltas atrás do carro vencedor da United Autosports. Felipe Fraga, de Porsche na GTE Am, teve problemas e terminou em 11° e último na classe.

 

Paddockast #49
RAÍ CALDATO: O ARTISTA PREFERIDO DE LEWIS HAMILTON

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube