Endurance

Por gravidez da noiva e domínio da Toyota, Button deixa SMP. Vandoorne corre em Spa e 24h de Le Mans

Assim como na McLaren em 2017, Stoffel Vandoorne vai tomar o lugar de Jenson Button. O campeão mundial de F1 em 2009 decidiu se retirar do WEC antes do fim da supertemporada 2018/19 por conta da gravidez da noiva e do domínio da Toyota. Vandoorne entra na SMP e vai formar trio com Vitaly Petrov e Mikhail Aleshin

Grande Prêmio / Redação GP, de São Paulo
Assim como na McLaren em 2017, Stoffel Vandoorne vai substituir Jenson Button, mas agora no WEC. O belga, que também é piloto da HWA na Fórmula E, vai entrar no lugar do campeão mundial da Fórmula 1 em 2009 na equipe SMP Racing para a disputa das 24h de Le Mans, na França, etapa que encerra a supertemporada 2018/19 entre 15 e 16 de junho.
 
Vandoorne também vai substituir o neozelandês Brendon Hartley — que esteve no lugar de Button nas 1000 Milhas de Sebring — nas 6h de Spa-Francorchamps, que acontecem em 4 de maio. Nas duas etapas, Vandoorne vai compartilhar o volante do LMP1 #11 da SMP com os russos Vitaly Petrov e Mikhail Aleshin.
 
Com 39 anos, Button disputaria as 24h de Le Mans pela segunda vez, mas justificou a gravidez da noiva, Brittny Ward, e o domínio da Toyota como motivos para sua saída. Seu melhor resultado nesta temporada foi o terceiro lugar nas 6h de Xangai.
 
"Eu gostei muito de pilotar pela SMP Racing e fiquei feliz de alcançar o pódio com o time, mas decidi que preciso passar mais tempo em casa com a minha noiva durante a gravidez dela do que duas semanas em Le Mans", declarou.

"A decisão tornou-se mais fácil para mim porque sinto que atualmente a Toyota é imbatível", disse Button. De fato, a marca japonesa protagoniza o supercampeonato e só não venceu nas 6 Horas de Silverstone porque os dois LMP1 foram punidos pela direção de prova.
Jenson Button anunciou saída do WEC (Foto: SMP)
Hartley inicialmente recebeu a proposta da SMP para pilotar em Le Mans, mas recusou visando uma vaga na Toyota na temporada 2019/20, já que a permanência de Fernando Alonso no time japonês ainda é duvidosa. O neozelandês também almeja um lugar no grid da Fórmula E com a Porsche depois dos testes realizados nesta semana no circuito de Calafat, na Espanha.

Não é a primeira vez que Vandoorne toma o lugar do veterano. Ao final de 2016, Button optou por se aposentar integralmente da Fórmula 1, abrindo espaço para o promissor belga, que correu pela McLaren por duas temporadas até ser sacado ao final de 2018. Vandoorne vem da conquista do seu melhor resultado na Fórmula E, quando terminou o eP de Roma em terceiro lugar.

 
Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.