Sem Alonso, Jordan Taylor coloca #10 na liderança do último treino do fim de semana em Daytona. Stroll é 6º

Sem Fernando Alonso ou Felipe Nasr na pista, o último treino do Roar Before the 24 de 2018 terminou com Jordan Taylor colocando o #10 na ponta da tabela. Lance Stroll melhorou o rendimento e ficou no top-6

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

No sétimo e último treino do fim de semana de abertura das atividades visando as 24 Horas de Daytona, já no começo da noite deste domingo (7), Jordan Taylor cravou 1min36s757 e levou o Cadillac #10 da Wayne Taylor – que conta também com Renger van der Zande e Ryan Hunter-Reay – à liderança na pista da Flórida.

 
Com o Cadillac #31 da Action Express – que tem a volta mais rápida do fim de semana quando estava sob o comando de Felipe Nasr -, Eric Curran ficou com a segunda colocação 0s357 atrás dos líderes. No terceiro lugar, uma equipe que não havia aparecido nas primeiras colocações ainda: o Oreca #78 da Jackie Chan e nas mãos do português António Félix da Costa.
 
O outro quarteto da Jackie Chan teve Lance Stroll como o mais veloz e ficou na sexta colocação na melhor participação do piloto da Williams no fim de semana. Logo à frente de dois dos protagonistas dos treinos. Simon Pagenaud colocou o Penske #6 em sétimo, enquanto Christian Fittipaldi deixou o Action Express na oitava colocação. Nicolas Lapierre pôs o Tequila Patrón #22 – que também conta com Pipo Derani – em nono.
 
Sem Fernando Alonso, Lando Norris voltou a ser o mais rápido do #23 da United Autosports e ficou com a já tradicional 11ª posição. Hugo de Sadeleer foi o piloto do #32 que também conta com Bruno Senna e ficou somente com o 16º posto. Antes dele, Helio Castroneves deixou o Penske Acura &3 em 14º.
Jordan Taylor (Foto: Reprodução/Twitter)
O Porsche #912 liderou na classe GTLM com Laurens Vanthoor cravando 1min44s550 para o trio que também conta com Earl Bamber e Gianmaria Bruni. A dobradinha da Porsche foi efetuada pela segunda posição do #911, com Frederic Makowiecki apenas 0s058 atrás, na parceria que tem Patrick Pilet e Nick Tandy. Mike Rockenfeller deixou o Corvette #3 no terceiro posto.
 
Ezequiel Pérez Companc liderou na classe GTD para o Lamborghini Huracán #19 da GRT Grasser – que conta também com Christian Engelhart e Christopher Lenz. A melhor volta foi de 1min47s802. Apenas 0s019 atrás ficou AJ Allmendinger com o Acura NSX #86 da Michael Shank. O terceiro mais rápido foi Fracnk Perera com o Lamborghini Huracá #11 também da GRT Grasser. A parceria de Daniel Serra teve Pedro Lamy como mais veloz e ficou somente com a 13ª posição da classe.
 
A edição 2017 das 24 Horas de Daytona acontece entre os dias 27 e 28 de janeiro.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube