Endurance

Toyota #7 de Conway/Kobayashi/López consegue volta 0s5 melhor, derruba #8 e leva pole nas 6h de Spa

Kamui Kobayashi e Mike Conway foram responsáveis por uma volta 0s5 melhor que a do outro carro da Toyota, assegurando uma pole tranquila na LMP1. O mesmo se viu na LMP2, onde o G-Drive #26 deu conta do recado

Grande Prêmio / Redação GP, de Berlim
O novo episódio da briga particular entre os dois carros da Toyota no Mundial de Endurance registrou um triunfo contundente nesta sexta-feira (3). O carro #7, do trio Mike Conway/Kamui Kobayashi/José María Lópes, foi nada menos do que 0s496 melhor que o #8, de Fernando Alonso/Sébastien Bemi/Kazuki Nakajima. Em uma classe LMP1 com domínio japonês, o numeral ímpar fez o suficiente para assegurar a pole position das 6 Horas de Spa-Francorchamps.
 
As voltas de Kobayashi e Conway tiveram tempo médio de 1min53s747. O outro carro, com tempos de Buemi e Nakajima, só chegou ao 1min54s243. O terceiro colocado, o #17 da SMP, com o ex-F1 Sergey Sirotkin, deveu 0s964 e foi o melhor ‘do resto’, apesar de surpreender ao ser quase 1s melhor que o companheiro de segunda fila, o #3 da Rebellion. O top-5 da categoria se encerra com o outro carro da SMP, o #11, agora com participação de Stoffel Vandoorne.
 
Na LMP2, a G-Drive também teve alguma facilidade. O trio do #26, capitaneado por Jean-Éric Vergne, repetiu os 0s5 de vantagem sobre rivais mais próximos. O #38 da Jackie Chan DC foi quem chegou mais perto – mas não muito. O top-5 ainda teve o outro carro da equipe asiática em terceiro, o #31 da Dragon Speed em quarto e o #36 da Signatech Alpine – incluindo o brasileiro André Negrão – em quinto.
José María López, Mike Conway e Kamui Kobayashi (Foto: Michelin)
Já na LMGTE Pro, quem teve a vez de brilhar foi a Ganassi, que colocou o Ford GT #67 na pole. Nesse caso, todavia, foi por pouco: a média dos tempos do carro americano foi 0s067 melhor que a do Aston Martin #97, segundo na classe. O BMW #82, com a dupla lusófona de Augusto Farfus e António Félix da Costa, também ficou em volta: o terceiro posto no grid veio após tempo 0s092 pior que o do pole.
 
Se a Aston Martin ficou no quase em uma classe, o mesmo não pode ser dito sobre outra. Na LMGTE Am, o #90 da TF Sport conseguiu volta 0s1 melhor que a do rival #88 da Dempsey-Proton.
 
As 6 Horas de Spa-Francorchamps, penúltima etapa da temporada 2018-19 do Mundial de Endurance, começam às 8h30 (de Brasília) deste sábado.