Visto americano atrasa, e Blomqvist fica fora das 24h de Daytona. Farfus completa quarteto da BMW

O quarteto #25 da BMW nas 24 Horas de Daytona tem uma baixa de última hora. Tom Blomqvist teve problemas no processo de retirada do visto e está fora de combate. Augusto Farfus, homem de confiança da marca alemã, entra em campo

Tom Blomqvist não vai participar das 24 Horas de Daytona do próximo fim de semana, e por um motivo peculiar. A BMW anunciou neste domingo (20) que, por conta de atraso no processo de retirada do visto americano, o britânico está impossibilitado de competir. A solução é um nome de confiança da marca alemã: o brasileiro Augusto Farfus já foi apontado como substituto no carro #25.
 
Farfus, assim, une forças com Connor De Phillippi, Philipp Eng e Colton Herta. Trata-se da sexta aparição do brasileiro nas 24 Horas de Daytona, a quinta pela BMW. O melhor resultado veio em 2015, quando Augusto foi quinto no geral e segundo na classe GTLM.
 
“Fico muito desapontado por não poder correr em Daytona”, lamentou Blomqvist. “Vou voltar para casa de dedos cruzados por todos na equipe e ansioso para retornar em Sebring”, seguiu.
Augusto Farfus é o substituto de Tom Blomqvist nas 24 Horas de Daytona (Foto: BMW)

“Eu amo as 24 Horas de Daytona. Eu conheço a equipe, o carro e o circuito muito bem. Estou pronto para o desafio”, declarou Farfus.
 
A corrida em Daytona é o primeiro passo em um ano de transformação para Farfus. O piloto deixou o grid do DTM, o que permite focar em provas de endurance e GT ainda com a BMW. Paralelamente, Augusto também tem presença garantida no grid do WTCR pela Hyundai.
 
As 24 Horas de Daytona acontecem já no próximo fim de semana, entre os dias 26 e 27.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube