eSports

Com vitória até sobre Di Grassi, pilotos virtuais surpreendem na Corrida dos Campeões no México

A equipe dos pilotos virtuais fez muito bonito na Corrida dos Campeões, disputada no último fim de semana no autódromo Hermanos Rodríguez. Enzo Bonito, por exemplo, bateu nomes consagrados das pistas, como Lucas Di Grassi e Ryan Hunter-Reay
Warm Up / THIAGO IZEQUIEL, de São Paulo
 Brendon Leigh e James Baldwin (Foto: Race of Champions)

A edição 2019 da Corrida dos Campeões — um grande evento anual do esporte a motor que conta com grandes pilotos de diversas categorias — foi realizada no último fim de semana no tradicional autódromo Hermanos Rodriguez, na Cidade do México. Entre pilotos reais, muitos deles consagrados, houve também a presença de simracers, que conquistaram suas vagas para o eROC, a versão eSports da Corrida dos Campeões. Por meio desta competição virtual, foi possível para os vencedores competirem na pista e em carros reais, tendo a chance de medir forças contra grandes nomes do automobilismo.
 
O eROC, que está na sua segunda edição, foi vencido em 2018 pelo italiano Enzo Bonito — que também esteve presente no evento deste ano — do qual o piloto virtual inglês James Baldwin sagrou-se campeão após uma final contra Brendon Leigh, o bicampeão da F1 eSports e representante da equipe Mercedes. 
 
Como premiação, James recebeu uma vaga na equipe ‘Team SimRacing All Stars’ para disputar a Copa das Nações da Corrida dos Campeões ao lado de Enzo.
Enzo Bonito honrou o sobrenome com bom trabalho na Corrida dos Campeões (Foto: Race of Champions)
A competição virtual deste ano foi aberta ao mundo todo. A classificação para o evento foi realizada por meio de uma disputa online no formato ‘time trial’ — ao qual teve Nils Naujoks como o mais rápido — utilizando da plataforma ‘Assetto Corsa’, em uma réplica virtual da pista mexicana e do carro que seria utilizado. 
 
Foram mais de 350 participantes, entre eles o vencedor da ‘McLaren Shadow’, Igor Fraga, que marcou o décimo melhor tempo mundial e segundo melhor das Américas. Após a primeira fase, os 32 mais rápidos iriam para uma disputa no mesmo formato da Corrida dos Campeões, da qual apenas um poderia sair como vencedor. Outros nomes foram adicionados posteriormente à competição.
 
Durante o fim de semana da Corrida dos Campeões, Enzo Bonito teve a chance de correr contra os pilotos profissionais e surpreendeu. O italiano venceu disputas contra Ryan Hunter-Reay e Lucas Di Grassi — mas não foi o suficiente para levá-lo adiante na competição, sendo um dos eliminados antes da disputa final, vencida pelo mexicano Benito Guerra, piloto de rali.