eSports

F1 bate recorde e anuncia audiência de 4 milhões de espectadores em segundo campeonato de eSports

A temporada F1 2018 do eSports registrou um recorde de audiência, de acordo com comunicado publicado pela maior das categorias. O campeonato, que teve Brendon Leigh como campeão, atraiu milhões de espectadores e gerou números expressivos nas mídias sociais
Warm Up / THIAGO IZEQUIEL, de Maricá
 Brandon Leigh foi bicampeão da F1 e-sports (Foto: F1 eSports)
A F1 comemorou um resultado expressivo de audiência em seu segundo ano do campeonato de e-sports. Usando o F1 2018, desenvolvido pela Codemasters e disponível nas plataformas Xbox One, Playstation 4 e PC, a maior das categorias do esporte a motor atraiu mais de 4 milhões de espectadores, que acompanharam jovens de todo o planeta em uma disputa pela taça do mundo. Os protagonistas representaram as equipes reais do grid na competição virtual. Os números estão em um comunicado emitido pela F1. 
 
O Mundial anunciou, ainda, que houve um recorde de audiência de mais de um milhão de espectadores pela TV, em canais selecionados, e mais de três milhões nos streamings realizados ao vivo. E não parou por aí: os eventos ultrapassaram os 100 milhões de impressões em postagens em mídias sociais e contabilizaram 20 milhões de visualizações dos videos de conteúdo específico de e-sports. 
Brandon Leigh foi bicampeão da F1 e-sports (Foto: F1 eSports)
Um número impressionante e que demonstra a força das corridas virtuais, sucesso principalmente entre pessoas com menos de 34 anos. Um passo importante da categoria, que trabalha para atrair um público jovem às corridas reais.
 
O campeonato deste ano chegou ao seu ápice na última etapa, quando Brendon Leigh se sagrou campeão. O jovem, que representa e é funcionário da própria equipe Mercedes, conquistou seu segundo título e garantiu à equipe alemã o campeonato de equipes também, ajudado por seu companheiro nas pistas virtuais, Daniel Bereznay.
 
Sean Bratches, diretor das operações comerciais na F1, disse que “o ano de 2018 foi fundamental para os esforços realizados no que diz respeito ao e-sports” e “construiu uma base sólida para o sucesso no futuro da competição”.
 
Frank Arthofer, diretor de produtos digitais e novos negócios da categoria, afirmou que “o público atingido deste ano confirma o crescimento da categoria e seu engajamento com uma nova audiência, uma geração mais jovem, que abraçou o e-sports da Fórmula 1”.
 
O objetivo para 2019, claro, é ampliar o engajamento com seu público, criando novas formas de interagir com os jovens fãs.