eSports

Fase classificatória para campeonato mundial da Porsche no iRacing abre disputa em janeiro

Na última terça-feira (1), o campeonato que vai abrir a dar a 20 pilotos virtuais de conquistarem uma vaga no Mundial da Porsche na iRacing teve início. Essa é apenas a fase classificatória. A premiação é de mais de R$ 300 mil
Warm Up / THIAGO IZEQUIEL, de Maricá
O primeiro dia de 2019 foi marcado pelo início do campeonato que vai dar a 20 pilotos virtuais a vaga no Mundial da Porsche na iRacing, a plataforma de simulação de corridas online. A disputa conta com a maior premiação já vista em uma competição de eSports para simuladores. Mais de R$ 300 mil vão estar em jogo para os melhores do mundial, fase que acontece apenas em fevereiro. 
 
O formato da competição, para os que já são membros da iRacing, não traz muitas novidades. Serão nove semanas, cada uma contando com uma pista diferente, em que cada corrida será nivelada pelo ‘iRating’ - sistema de pontuação que determina o padrão de pilotagem de cada um, baseado nos resultados em provas oficiais disputadas anteriormente, dando uma pontuação compatível ao nível do grid, determinado pelo ‘SOF’, que é uma espécie de somatória de todo o iRating dos pilotos que estão registrados em uma corrida determinada. 
Campeonato mundial da Porsche é uma parceria com a iRacing (Foto: iRacing Porsche)
As corridas ocorrem a cada duas horas e são abertas para todos os que possuem carteira do tipo ‘ROAD D 4.0’ para cima. Esta licença virtual é obtida na iRacing por meio de participações em qualquer prova online considerada como oficial nas diversas séries disponíveis na plataforma. Porém, ao final desta fase classificatória, apenas os 20 melhores que contarem com a licença ‘ROAD A’, vão estar aptos a seguirem para o então almejado mundial.
 
Para participar, basta ter uma conta ativa na iRacing (plataforma de PC apenas), possuir a licença necessária, adquirir as pistas e o carro Porsche 911 GT3 Cup - disponíveis em formato DLC (Downloadable content) - ter uma conexão a internet e, preferencialmente, um volante, com pedais, para pilotar o carro virtual. 
 
Ao final das nove semanas, os 20 participantes que obtiverem a maior pontuação nas corridas de 30 minutos de duração vão disputar o Mundial e vão passar a contar com uma carteira ‘Pro/WC’, obtida unicamente por meio desta classificação.