FE

Buemi marca pole em classificação da F-E em Mônaco marcada por troca de farpas entre Piquet e Di Grassi

Não dá para dizer que foi um treino de classificação comum: foi peculiar até mesmo para as surpresas que a F-E vem insistindo em mostrar. Sébastien Buemi foi pole com volta perfeita e tudo, mas acabou ficando apenas como pano de fundo para a troca de farpas entre Lucas Di Grassi e Nelsinho Piquet

Warm Up / PEDRO HENRIQUE MARUM, do Rio de Janeiro
Não dá para dizer que foi um treino de classificação comum neste sábado (9), em Mônaco. Ao contrário, foi peculiar até mesmo para as surpresas que a F-E vem insistindo em mostrar — a maioria, positivamente. Os dois pilotos que lideraram os treinos livres por exemlo, nem passaram perto da pole. Quem a tomou de assalto foi Sébastien Buemi, com volta perfeita e tudo, mas que acabou ficando apenas como pano de fundo para a intensa troca de farpas entre os dois líderes do campeonato.

No grupo 1, Nelsinho Piquet e Lucas Di Grassi estavam juntos. E Piquet fez a melhor volta do fim de semana, até então. Parecia que se sairia melhor, mas Di Grassi foi ainda mais rápido e ficou na frente. Na saída dos carros, Nelsinho reclamou em alto e bom som que Lucas o havia atrapalhado em sua última volta rápida, esbravejou dizendo que foi melhor que o rival por toda a carreira e esperava que os comissários fizessem algo. No fim das contas, Di Grassi foi segundo, enquanto Piquet foi quarto.
Clima tenso entre Di Grassi e Piquet (Foto: Reprodução/Twitter)
Entre os brigões, Jérôme D'Ambrosio, que vem andando forte desde o começo do final de semana. Graças ao belga, Nelsinho vai largar exatamente atrás de Di Grassi. Como não se sabe a quantas andam os ânimos, a curiosidade para ver a largada apenas aumenta. 

Loïc Duval colocou a Dragon na quinta posição, com Daniel Abt em sexto. Nicolas Prost, Jamie Alguersuari e Bruno Senna, mais rápidos nos dois treinos livres, nada mais fizeram que as posições 7, 8 e 9. Nick Heidfeld fechou o top-10. Mas como Duval e Alguersuari foram punidos, caem para 14º e 18º lugar, com Stéphane Sarrazin e Salvador Durán na zona de pontuação.
 
A corrida começa às 11h (de Brasília), e o GRANDE PRÊMIO acompanha.

Confira como foi a classificação:

Ótima volta de Piquet é superada por Di Grassi

Grupo 1 - Sam Bird, Karun Chandhok, Lucas Di Grassi, Jean-Éric Vergne e Nelsinho Piquet
 
Um grupo para abrir a classificação com dos dois líderes do campeonato e os três primeiros de Long Beach. E apesar de Vergne ser mais rápido de cara, não durou muito. Piquet passou e deixou um forte 54s172.
 
Mas o rendimento do grupo era muito bom, com Bird vindo atrás e fazendo 54s253. Vergne em terceiro e Di Grassi em quarto. Com quatro minutos restantes, apenas Chandhok ficava longe.
 
Se a volta que dava a Piquet a ponta era forte, a seguinte parecia um aviso de que seria bem complicado tirá-lo do topo: 53s712.
 
No entanto, Di Grassi encontrou uma volta contundente para superar o tempo do rival, que havia sido o melhor do fim de semana. Achou um poderoso 53s669, e fim de papo no grupo 1.
 
Se o grupo tinha começado parelho, terminou com os líderes do campeonato sobrando para cima de Bird e Vergne, que foram P3 e P4. Chandhok até melhorou o tempo inicial, mas o 54s858 não deve mantê-lo fora das últimas colocações.

Mas o que marcou mesmo o grupo  — e o treino — foi o que rolou depois, quando os rivais de longa data Piquet e Di Grassi chegaram ao cercado onde ficam os primeiros três colocados. Piquet reclamou de ter sido bloqueado pelo rival e disse que "sempre o venceu em todas as categorias". Di Grassi se defendeu, mas o climão era claro.

Líderes dos TLs vão mal, e D'Ambrosio anda forte

Grupo 2 - Nicolas Prost, Bruno Senna, Daniel Abt, Jérôme D'Ambrosio e Stéphane Sarrazin
 
A primeira rodada de voltas teve Senna na frente, mas com um tempo um pouco alto, nada anormal. Quando fizeram a segunda volta rápida, Abt e Sarrazin só conseguiram passar Chandhok.
 
Mas D'Ambrosio andou bem rápido e encaixou na terceira posição. Prost, só com três minutos para o fim, conseguiu um tempo melhor, o quarto. Senna seguiu e fez 54s035.
 
Enquanto isso Prost, surpreendentemente, não conseguia se meter entre os primeiros, D'Ambrosio fez ainda melhor, passando Piquet e ficando no segundo lugar. Abt também melhorou e deixou Nicolas para trás.
 
Prost e Senna deixaram a figura como quinto e sexto, longe do esperado para os dois líderes dos primeiros treinos.

Buemi faz volta perfeita

Grupo 3 - Loïc Duval, Sébastien Buemi, Scott Speed, Charles Pic e Salvador Durán
 
Simplesmente mais rápido, Buemi deu a impressão de que tinha o grupo sob controle desde o começo, ao contrário do que o companheiro Prost fez no conjunto anterior.
 
Com pouco mais de três minutos para o fim, Buemi fez a volta mais rápida do dia com requintes de crueldade. Anotou 53s478 com todas as melhores parciais e deixou para trás Di Grassi, D'Ambrosio, Piquet e quem mais já tinha andado.
 
Outro que foi especialmente bem foi Duval, enfim conseguindo acertar na classificação. Fez o quinto tempo geral, logo atrás de Piquet.
 
E Pic mostrou que o primeiro treino livre foi cortina de fumaça. Só foi mais rápido que Chandhok, que mais uma vez se vê às voltas com problemas. Durán conseguiu colocar a Amlin Aguri em décimo entre 15 carros. Speed, que vinha sólido no dia, também não foi bem e ficou com o 13º lugar.

Batida de Félix da Costa marca fim da sessão

Grupo 4 - António Félix da Costa, Nick Heidfeld, Vitantonio Liuzzi, Jarno Trulli e Jaime Alguersuari
 
A expectativa do último grupo estava mais em Alguersuari que em outro piloto qualquer. Segundo mais rápido do TL2, o espanhol era quem poderia chegar ao tempo perfeito de Buemi. Mas foram as seis voltas e o máximo que Jaime fez foi 54s021 e o oitavo lugar. Como foi punido, sai no 18º lugar.
 
Com seis minutos ainda no relógio, porém, Félix da Costa protagonizou o momento mais importante da fase final da sessão. O português escapou na Tabacaria e acabou batendo de lado e forte, o que pode causar problemas para largar.
 
Trulli e Liuzzi, ambos já vencedores em Mônaco por outras categorias, não conseguiram fazer mais que as posições 15 e 17. Uma amostra menos dos pilotos e mais de qual é o limite da equipe de Trulli.
 
Outro membro do grupo, Heidfeld se colocou no top-10, fechando o grupo. 
 
No fim das contas, Buemi, Di Grassi, D'Ambrosio, Piquet, Abt, Prost, Senna, Heidfeld, Sarrazin e Durán formaram o top-10. A corrida começa às 11h de Brasília).
VIU ESSA? CARENAGEM VOA E DEIXA LOTUS DE GROSJEAN 'NUA'
F-E, eP  de Mônaco, grid de largada:

1 SÉBASTIEN BUEMI SUI E.DAMS 53.478   6
2 LUCAS DI GRASSI BRA AUDI ABT 53.669 +0.191 7
3 JÉRÔME D'AMBROSIO BEL DRAGON 53.702 +0.224 7
4 NELSINHO PIQUET BRA CHINA 53.712 +0.234 6
5 DANIEL ABT ALE AUDI ABT 53.804 +0.326 6
6 NICOLAS PROST FRA E.DAMS 53.891 +0.413 7
7 BRUNO SENNA BRA MAHINDRA 53.909 +0.431 6
8 NICK HEIDFELD ALE VENTURI 54.021 +0.543 6
9 STÉPHANE SARRAZIN FRA MAHINDRA 54.035 +0.557 6
10 SALVADOR DURÁN MEX AMLIN AGURI 54.129 +0.651 9
11 SAM BIRD ING VIRGIN 54.133 +0.655 6
12 JEAN-ÉRIC VERGNE FRA ANDRETTI 54.175 +0.697 5
13 JARNO TRULLI ITA TRULLI 54.253 +0.775 6
14 SCOTT SPEED EUA ANDRETTI 54.260 +0.782 6
15 LOÏC DUVAL FRA DRAGON 54.339 +0.861 9
16 VITANTONIO LIUZZI ITA TRULLI 54.347 +0.869 7
17 CHARLES PIC FRA CHINA 54.462 +0.984 7
18 JAIME ALGUERSUARI ESP VIRGIN 54.652 +1.174 6
19 ANTÓNIO FÉLIX DA COSTA POR MAHINDRA 54.858 +1.380 5
20 KARUN CHANDHOK IND AMLIN AGURI 56.938 +3.460 2