FE

Chefe afirma que foi procurado por mais de 180 cidades interessadas em ingressar no calendário da F-E

Segundo Alejandro Agag, diretor-geral da F-E, afirmou que recebeu contatos de 180 cidade interessadas em fazer parte do calendário da categoria de carros elétricos num futuro próximo

Warm Up / Redação GP, do Rio de Janeiro
O sucesso claro da primeira temporada da F-E faz com que a categoria receba pilhas de chamadas de cidades ao redor do mundo para que os carros elétricos passem por suas ruas nas próximas temporadas. Segundo o diretor-geral da categoria, Alejandro Agag, mais de 180 cidades já demonstraram interesse.
 
De acordo com Agag, muitas das cidades estão inclusive de prontidão para pagar uma quantia massiva de dinheiro para garantir e organizar o eP caso sejam confirmadas no calendário.
Nelsinho Piquet comanda o pelotão em Long Beach (Foto: Jae C. Hong/AP)
"Temos mais de 180 cidades que fizeram o pedido para ter uma corrida, e muitas delas estão prontas para pagar um dinheiro importante para isso. Então, nesse momento, estamos apenas no processo de avaliar todo o panorama", disse o chefão à revista inglesa 'Autosport'.

"Queremos correr em centros de cidades, queremos passar a mensagem de que monopostos elétricos estão prontos para cidades agora. É difícil mudar a percepção de carros elétricos, mas é o que queremos fazer mostrando-os nesse contexto", seguiu.
 
A sétima etapa da temporada da F-E, em Mônaco, acontece em 9 de maio. Até lá, Lucas Di Grassi e Nelsinho Piquet serão líderes da temporada.