FE

F-E confirma rumores, anuncia cancelamento do eP de Moscou e diminui caminho de Di Grassi para título

Lucas Di Grassi vai precisar defender a liderança da F-E por uma rodada menos. A F-E anunciou o cancelamento do eP de Moscou por problemas logísticos, deixando assim apenas os ePs de Berlim e Londres para encerrar a temporada 2015/16 do campeonato de bólidos elétricos
Warm Up / Redação GP, do Rio de Janeiro
 Largada Moscou (Foto: China Racing)

A F-E confirmou na manhã desta sexta-feira (6) o cancelamento o eP de Moscou que aconteceria no dia 4 de junho. O maior problema no processo de litígio entre as partes foi que estradas de acesso à pista haviam sido fechadas e Moscou não confirmava se reabriria para a corrida. No fim das contas, acabaram cortando relações. Ao menos por enquanto. 
 
Em comunicado, o diretor-executivo da Formula E Holdings, Alejandro Agag, disse que a categoria chegou a tentar uma solução com Mônaco, mas acabou não dando certo.
 
“Apesar de ser uma notícia ruim não correr em Moscou em 4 de junho, pensamos em algumas opções como substitutas. Mas não conseguimos encontrar uma solução viável para essa data específica”, disse.
Moscou terá céu aberto, sem possibilidade de chuva para etapa da F-E (Foto: F-E)
“Exploramos todas as possibilidades, inclusive uma prova em Mônaco, mas lamentamos que não tenha dado para organizar uma mudança em um espaço de tempo tão curto. Gostaria de agradecer ao Albert II de Mônaco e o Automobile Club de Mônaco, que fizeram seu melhor para ver a F-E retornando às ruas do principado. Agora vamos focar nas três corridas restantes, em Berlim e a rodada dupla de Londres, que certamente vão oferecer uma conclusão emocionante na briga pelo título”, seguiu
 
Embora a confirmação tenha acontecido apenas agora, a revista inglesa 'Autosport' garante que a FIA já havia sido avisada na semana passada. No entanto, a revista ainda diz que há uma pequena possibilidade de a corrida acontecer mais tarde no calendário. Isso porque a rodada dupla de Londres ainda está sujeita a uma confirmação local.
 
Mônaco foi procurada, mas a desmontagem do Paddock da F1 e montagem do da F-E em poucos dias se mostrou uma operação logisticamente complicada. O Principado volta ao calendário apenas na temporada que vem.

Desta forma, o campeonato passa a ter apenas duas etapas marcadas - e três corridas. Em Berlim e a rodada dupla londrina. 
 
PADDOCK GP #27 RELEMBRA COBERTURA DA MORTE DE AYRTON SENNA