FE
12/06/2018 16:53

Piquet explica batida em Abt e diz que “asa parecia OK” quando recebeu ordem de ir aos boxes no eP de Zurique

Nelsinho Piquet avaliou que o toque na traseira em Daniel Abt na primeira volta do eP de Zurique aconteceu pela rápida desaceleração do pelotão. É a quarta vez em cinco corridas que Piquet abandona, agora por um problema no eixo de transmissão da Jaguar, que ainda foi multada por mexer no carro com menos de 3min para a largada
Warm Up / Redação GP, do Rio de Janeiro
 O pelotão do eP de Zurique (Foto: Renault)

Enquanto a briga pelo título esquenta, Nelsinho Piquet, que chegou a estar entre os primeiros colocados no início doa campeonato, completou a quinta corrida sem marcar pontos. Em Zurique, ele havia ganho uma posição e estava na zona de pontuação ainda na largada, quando acabou batendo na traseira de Daniel Abt e ficando sem chances de top-10. 
 
De acordo com Piquet após a etapa de Zurique, a batida foi causada pela rápida desaceleração do pelotão na chicane. Na sequência, no entanto, a asa dianteira do carro da Jaguar e a traseira da Audi de Abt ficaram danificadas e ambos foram chamados para os boxes. Para Piquet, sem necessidade.
 
"Todo mundo parou, mas eu estava perto do Daniel e acabamos nos acertando", pontuou. "A asa parecia normal, mas fui chamado para os boxes de qualquer forma", falou.
 
Quando retornou para a pista, Piquet estava bem atrás do pelotão. Mais tarde ainda sofreu uma quebra do eixo de transmissão e precisou abandonar de vez a corrida.
O pelotão do eP de Zurique (Foto: Renault)
Após a prova, a Jaguar recebeu uma multa de € 2 mil - equivalente a R$ 8,7 mil - por não ter retirado o sistema de refrigeração do carro de Piquet antes do sinal de três minutos para a largada.
 
Foi o quarto abandono de Piquet nas últimas cinco corridas. A FE volta com a rodada dupla de Nova York nos dias 14 e 15 de julho.