FE
21/06/2018 11:32

Punido em Zurique, Vergne vê “invenção de regra e penalidade conveniente” para que FE siga com emoção em etapa final

Jean-Éric Vergne não ficou feliz com a punição que recebeu no eP de Zurique por passar acima do limite de velocidade em bandeira amarela. E criticou duramente a FE, afirmando que a pena é “conveniente” para que a categoria chegue com briga pelo título para a rodada dupla final em Nova Iorque
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 Jean-Éric Vergne (Foto: Techeetah)

Jean-Éric Vergne ainda é o favorito ao título da Fórmula E na temporada 2017-2018 entrando na rodada dupla final, em Nova Iorque. Ele tem 23 pontos de vantagem sobre Sam Bird - mas as duas corridas decisivas, somadas, podem dar até 58 pontos a um piloto. Ou seja, a briga segue aerta.

Mas, para Vergne, não deveria ser assim - e ele vai além: o francês acha que a FE pode ter dado uma "ajuda" a Bird com a punição que lhe tirou do top-10 no eP de Zurique. Na corrida suíça, Verge foi punido por andar acima da velocidade permitida em bandeira amarela

Em entrevista ao 'Motorsport', ele criticou duramente a postura da categoria. "Eu sinto como se eles tivessem inventado a regra durante a corrida", afirmou.

"Porque eu fiz a mesma coisa em absolutamente todas as outras corridas e nunca fui punido", seguiu o piloto da Techeetah.

"Acho que é conveniente para a FE que eu seja punido agora, já que isso mantém o suspense aberto até Nova Iorque", completou um duro Vergne.
Jean-Éric Vergne (Foto: FE)
Ele analisou a situação como "um pouco estranha": "Cinco pilotos foram punidos. Nós não somos bestas, corremos o ano todo com bandeiras amarelas em toda a pista e nunca fomos punidos. Agora, do nada, cinco são ao mesmo tempo, e quatro que estavam à frente de Bird. É um pouco estranho", finalizou o irritado francês.

A rodada dupla em Nova Iorque está marcada para os dias 14 e 15 de julho.  O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.
HISTÓRIA ESCRITA SEM BRILHO

REGULAMENTO TIRA BRILHO DE VITÓRIA DA TOYOTA EM LE MANS