FE

Revolucionária categoria de corrida sem pilotos, Roborace apresenta primeiras imagens de carro-conceito

A estreia da categoria, que servirá como suporte da F-E, tem início previsto para a temporada 2016/17. A Roborace chega para revolucionar o automobilismo por ser a primeira classe de corrida de carros guiada não por pilotos, mas sim por inteligência artificial. O projeto do novo protótipo é assinado pelo designer alemão Daniel Simon

Warm Up / Redação GP, de Sumaré
A revolucionária Roborace, primeira categoria de corrida de carros a ser guiada não por pilotos, mas sim por inteligência artificial, revelou as primeiras imagens conceituais do seu protótipo nesta quinta-feira (31). A classe, que vai servir como evento suporte da F-E, tem estreia prevista para a terceira temporada da categoria dos carros elétricos, em 2016/17.
 
O desenho do carro-conceito ficou a cargo de Daniel Simon, designer alemão especializado em conceitos automotivos futuristas e que tem como trabalho mais conhecido por ter projetado os carros usados no filme ‘Tron: o legado’. Simon também foi o responsável por projetar o bólido da HRT na F1 na temporada 2011.
 
O projetista destacou sua participação no projeto e na revolução que a Roborace pode causar no mundo da indústria automobilística. “Estamos vivendo uma época em que, uma vez separados os mundos dos automóveis e da inteligência artificial, eles se chocam com uma força imparável. É fantástico ser parte desta jornada porque ela desencadeia todas as minhas grandes paixões: as corridas, o design e as tecnologias avançadas”, disse.
A Roborace será a primeira categoria de carros guiada por inteligência artificial (Foto: F-E)
“Meu objetivo foi criar um veículo que vai tirar proveito das oportunidades incomuns de não ter um piloto, mas sem comprometer a beleza. Os engenheiros de corrida e aerodinâmica trabalharam comigo desde o começo para encontrar o equilíbrio”, explicou o alemão.
 
Simon continuou: “Foi importante para nós gerar uma considerável carga aerodinâmica, sem partes desnecessárias, mantendo um ambiente limpo e de aspecto icônico. Isso foi em grande parte possível mediante o uso do assoalho como principal dispositivo aerodinâmico e estamos atualmente em desenvolvimento ativo das partes do corpo que vão ser mais orgânicas e fluídas do que as soluções de hoje.”
 
“Estou muito emocionado por ser parte da audácia de uma equipe de pessoas que estão fazendo com que isso aconteça”, finalizou.
Imagem do carro-conceito da Roborace divulgada nesta quinta-feira (Foto: F-E)
No anúncio publicado nesta quinta-feira, Denis Sverdlov, diretor-executivo da Roborace, salientou que todas as equipes que vão competir na categoria terão carros idênticos e que só vai ser possível modificar o software, mas não os aspectos físicos do protótipo.
 
“Nos sentimos honrados de ter Daniel trabalhando conosco neste projeto como chefe de design. Sua paixão e experiência são inegáveis, e acho que ele está preparando um dos veículos mais icônicos da história do automóvel”, comentou o empresário russo.
 
“Estamos apelidando a categoria como ‘o campeonato mundial de inteligência’, como um desafio aberto às mentes mais inteligentes do mundo, por isso o carro deve ser um dos mais inteligentes já feitos. Graças a Daniel, também pode ser o carro mais bonito que jamais se teve notícia”, exaltou Sverdlov.
 
“O esporte a motor, a tecnologia e o entretenimento, tudo em um só. Eu, pessoalmente, acredito que no futuro os carros vão ser tudo sobre o software: menos pilotos, elétricos e conectados, e a Roborace vai ajudar a fazer com que isso se torne realidade”, encerrou.
VEJA O PADDOCK GP #22, COM PRÉVIAS DA F1, MOTOGP, INDY E F-E