107 pontos atrás de líder Vettel, Button descarta luta pelo título, mas diz que pode vencer corridas em 2013

Diante da péssima fase da McLaren na temporada, Jenson Button reconheceu que está muito longe dos primeiros colocados no Mundial e entende que não há qualquer chance de título. Ainda assim, o britânico se mostra otimista quando o assunto é vitórias em 2013

Jenson Button não esconde sua decepção com o desempenho da McLaren em 2013. Acostumado a brigar por vitórias e títulos, o britânico, após sete corridas, tem como melhor resultado um quinto lugar no GP da China: resultado que seria muito bom para um piloto de equipe intermediária, como Toro Rosso, Williams e Force India, mas péssimo para alguém que representa uma das mais tradicionais escuderias da F1. Com 25 pontos, 107 atrás do líder Sebastian Vettel, Button reconheceu que não há qualquer chance de brigar pelo título neste ano. Sobre lutar por vitórias, o piloto ainda nutre algum otimismo.

Durante entrevista coletiva a jornalistas britânicos, Jenson reconheceu a dura realidade em 2013: “Nós estamos muito longe, jamais vamos vencer o campeonato deste ano”, afirmou o apenas décimo colocado no Mundial de Pilotos. À frente de Button estão os pilotos de Red Bull, Ferrari, Lotus, Mercedes e Paul di Resta, da Force India, que faz bela temporada e tem 34 pontos, nove a mais em relação ao representante da McLaren.
Button reconhece má fase da McLaren e entende que não há qualquer chance de lutar por título (Foto: Getty Images)

Resignado com a má performance da equipe no GP do Canadá, Button desabafou. "Eu nunca fiquei tão satisfeito por sair de um carro. Foi uma corrida dolorosa. Temos muito a fazer. Eu acho que provamos que não importa o que quer que façamos com a estratégia”, disse. “Tomamos uma volta facilmente e foi como se estivéssemos em uma categoria diferente”, completou.


Embora a tendência óbvia para uma equipe em crise fosse centrar seus esforços no desenvolvimento do carro de 2014, ano em que a F1 viverá uma grande revolução técnica com a adoção dos motores turbo V6 de 1,6 L, além de outras mudanças significativas, Button entende que a McLaren seguirá trabalhando no MP4-28 e aposta em um futuro melhor nesta temporada.

“Ainda podemos ganhar corridas”, assegurou o piloto, que foi realista ao dizer que, em condições normais, não tem chances de brigar por um pódio na próxima corrida, o GP da Inglaterra, na casa de Button. Indagado sobre quando poderá vir sua primeira vitória em 2013, o britânico não soube dizer. “Ninguém sabe a resposta a essa pergunta, é inútil tentar responder”, concluiu.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube