F1

11º e último na Austrália, Button avalia primeira corrida da McLaren em 2015 como “um bom ponto de partida”

Jenson Button completou as 58 voltas em Melbourne em último lugar, mas conseguiu encontrar pontos positivos na estreia da McLaren Honda. Na visão do piloto, a prova serviu para o desenvolvimento do novo carro
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 Button durante o treino livre em Melbourne (Foto: Getty Images)

Jenson Button foi o único piloto que chegou ao fim do GP da Austrália sem pontuar - foi o 11º e último -, mas ainda sim foi capaz de dizer que a McLaren Honda deixa a primeira corrida do ano com "um bom ponto de partida". Para o experiente piloto, mesmo longe do ponto ideal para disputar as primeiras posições, a corrida deste domingo (15) serviu como uma extensão dos testes coletivos.

"Hoje foi um bom dia. Ainda estamos muito longe, mas este é um bom ponto de partida, e eu gostei da corrida, tive uma boa batalha com Sergio Pérez. Também ajudou muito em termos de desenvolvimento: se tivéssemos feito três voltas, teríamos aprendido nada, mas ao completar a corrida, aprendemos uma enorme quantidade de coisas".
Jenson Button foi o único piloto fora dos pontos em Melbourne (Foto: Getty Images)
O campeão do mundo de 2009 também avaliou como positiva "a oportunidade de se acostumar com o carro" e disse que ainda terão muito o que fazer em termos de desenvolvimento do conjunto. "Há muito trabalho ainda para se fazer no motor, na dirigibilidade, no downforce e nos ajustes do carro, porém, podemos fazer grandes avanços. E, ao melhorar uma área, outras também tendem a melhorar, como uma bola de neve", acrescentou o otimista piloto. 
 
De acordo com Button, o carro se mostrou tão rápido quanto as Force India nas curvas, e perto de Red Bull e Sauber. E, para quem percorreu no máximo 12 voltas nos testes, completar as 58 do GP da Austrália foi um bom passo à frente.

"Nós sabemos que temos muito trabalho a fazer, mas, com todo o aprendizado de hoje, há muitas áreas que podemos melhorar para a próxima corrida", projetou. 
 
As imagens do domingo do GP da Austrália