17º após incidente na largada, Massa diz que era melhor ter abandonado GP do Japão: “Era difícil ultrapassar”

Felipe Massa teve um desempenho frustrante neste domingo em Suzuka. O promissor quinto lugar no grid virou fumaça depois que o brasileiro se envolveu em um incidente com Daniel Ricciardo, que causou furo em pneus dos dois carros. O piloto da Williams só conseguiu ultrapassar os dois carros da Manor Marussia

O GP do Japão para Felipe Massa ficou comprometido logo na largada. Depois de ter tracionado mal nos primeiros metros da prova deste domingo (27), em Suzuka, o piloto brasileiro acabou tocando na Red Bull de Daniel Ricciardo. O incidente entre os dois pilotos causou um furo no pneu traseiro direito da Red Bull do australiano, enquanto o brasileiro teve o pneu dianteiro direito furado. Desta forma, Felipe foi aos boxes para a Williams realizar a troca e mudar também a asa dianteira.

Pneu de Felipe Massa furou após toque na Red Bull de Daniel Ricciardo na largada (Foto: AP)

Daí em diante, o experiente pil oto da Williams teve de abrir uma prova de recuperação partindo de 20º e último colocado em Suzuka. Entretanto, o brasileiro teve um ritmo de prova muito ruim, bem longe do bom potencial exibido pelo FW37 de Valtteri Bottas. Massa conseguiu ultrapassar apenas os carros da Manor Marussia de Will Stevens e Alexander Rossi e, beneficiado pelo abandono de Felipe Nasr, cruzou a linha de chegada em uma decepcionante 17ª posição.

Ao avaliar seu trabalho durante a prova, Massa disse que era melhor ter abandonado a corrida depois que percebeu que não teria condições de ganhar muitas posições em Suzuka. A Williams acabou por apostar no safety-car, que juntaria novamente todos os pilotos do grid, mas a prova foi bastante tranquila.

“Eu estava na frente, mas acho que o Ricciardo estava meio espremido entre mim e o Kimi e acabou minha corrida porque eu levei uma volta só enquanto retornava aos boxes após o furo”, declarou o piloto em entrevista à rádio ‘BandNews’ logo após a prova no Japão.

Questionado se entende que valia a pena seguir adiante na disputa mesmo com uma volta a mais em relação aos líderes, Felipe foi direto. “Na verdade, não. Só se tivesse acontecido um safety-car. A equipe achou que era melhor continuar esperando alguma chance. Com uma volta atrás, era difícil ultrapassar e eu tinha de ficar deixando os outros passar o tempo todo.”

Com o resultado deste domingo, Massa acumula duas corridas seguidas fora da zona de pontuação, perdendo terreno na briga pelo quarto lugar do Mundial de Pilotos. O brasileiro segue com 97 pontos, contra 11 de Valtteri Bottas, seu companheiro de equipe, e 119 de Kimi Räikkönen, respectivamente quinto e quarto colocados em Suzuka.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube