2º em Austin, Vettel diz que Hamilton aproveitou única chance que teve e celebra título da Red Bull

Sebastian Vettel ficou com a segunda colocação no GP dos Estados Unidos neste domingo (18). Germânico comemorou Mundial de Construtores para Red Bull, mas disputa entre pilotos ficou para o Brasil

 

► As imagens da F1 deste domingo na pista de Austin, nos EUA

Sebastian Vettel não conseguiu aproveitar sua primeira chance de assegurar o terceiro título consecutivo na F1 e a decisão da temporada de 2012 será no GP do Brasil, no próximo domingo (25). O piloto da Red Bull completou o GP dos Estados Unidos na segunda colocação, 0s600 atrás de Lewis Hamilton, o vencedor em Austin. 

 
Vettel chegou aos 273 pontos na classificação da F1, 13 a mais que Fernando Alonso, que completou a disputa no Texas na terceira colocação. 
Vettel afirmou que foi atrapalhado por Karthikeyan em Austin (Foto: Red Bull/ Mark Thompson/Getty Images)
Após a prova, Sebastian lembrou que fez sua estreia na categoria máxima do automobilismo mundial também em solo norte-americano, em Indianápolis, em 2007. 
 
“Fiz a minha primeira corrida, cinco anos atrás, nos Estados Unidos. É ótimo voltar aqui para o meu 100º GP”, ressaltou. “É incrível o número de pessoas que estiveram aqui durante todo o fim de semana”, continuou. 
 
O germânico destacou o apoio da torcida local, que lotou o circuito para receber a F1 pela primeira vez em Austin, e comemorou o triunfo da Red Bull no Mundial de Construtores. Mesmo com o abandono de Mark Webber, o time chegou aos 440 pontos, 73 a mais que a Ferrari, segunda colocada na classificação. 
 
“Estou feliz pelo time, nós vencemos o Mundial de Construtores, então obrigado a todos vocês”, agradeceu. “Agora temos de dar mais um passo no Brasil. Em termos de campeonato, parece um pouco melhor depois de hoje”, avaliou.
 
Vettel afirmou que foi atrapalhado por Narain Karthikeyan no momento em que foi ultrapassado por Hamilton e, mesmo tentando, não conseguiu acompanhar o ritmo do rival da McLaren. 
 
“Não fiquei muito feliz em ter de mandar um grande convite ao Lewis quando tive de passar Karthikeyan”, reclamou. “Ele estava logo atrás na área do DRS. Ele aproveitou aquela oportunidade bem na reta – é justo – e me passou”, explicou. 
 
“Eu tentei defender, mas eu sabia que ele teria muito mais velocidade. Obviamente, não fiquei muito feliz”, reconheceu. “Lewis teve uma chance e aproveitou. Depois disso, eu tentei acompanhá-lo, mas não deu”, completou. 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube