2º em Monza, Pérez desconversa sobre mudança de equipe e diz que está focado na Sauber

Sergio Pérez minimizou o fato de ter ultrapassado os dois carros da Ferrari no GP da Itália e afirmou que segue focado em fazer um bom trabalho com a Sauber, além de tentar vencer pela primeira vez ainda em 2012

Sergio Pérez voltou a surpreender neste domingo (9), na Itália. Largando apenas em 12º, o piloto da Sauber soube economizar os pneus durante a primeira parte da prova para atacar nas voltas finais, conquistando o segundo lugar na classificação final e, de quebra, subindo ao pódio pela terceira vez em 2012.

Após a prova, o mexicano celebrou novamente ter terminado entre os três primeiros. No entanto, o piloto reconheceu que foi um trabalho desgastante ficar monitorando o rendimento dos compostos para saber o momento exato de fazer a parada nos boxes.

Hamilton, Pérez e Alonso no pódio em Monza (Foto: McLaren)

“Realmente foi especial conseguir esse pódio aqui, em uma pista com tanta história. A primeira parte da corrida foi pior, porque não tínhamos tanta confiança com os pneus duros. Então, ficamos monitorando tudo com a equipe no rádio. Para ver, principalmente, se não era preciso mudar a estratégia”, declarou.

“O primeiro stint foi complicado para nós, porque não podíamos perder ritmo e nem posições. Depois, ficou melhor, e a gente começou a virar os tempos que esperávamos”, acrescentou o mexicano, que passou a perseguir os adversários um a um após a parada nos boxes.

Pérez também foi questionado se o bom desempenho na Itália – com direito a ultrapassagem em Fernando Alonso – pode lhe valer uma vaga na Ferrari em 2013. O mexicano desconversou e preferiu dizer no momento que está focado em fazer o melhor para a Sauber. “Não penso nisso. Eu luto pela minha equipe. É ela que defendo e não me importo quem estou passando na pista”, cravou.

Além de ultrapassar os carros da Ferrari, Pérez quase conseguiu alcançar Lewis Hamilton na briga pela liderança. No entanto, o piloto da McLaren soube administrar a vantagem para vencer novamente em 2012. O mexicano, por outro lado, admitiu que não vê a hora de conseguir vencer pela primeira vez na carreira.

“Vitória? Foi difícil lutar pela vitória hoje, mas eu tentei ao máximo no fim. De qualquer forma, estamos perto e espero conseguir minha primeira vitória na F1 ainda neste ano”, encerrou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube