F1

2º, Rosberg cumpre objetivo da Mercedes para GP da Índia: “Nossa meta era ser a melhor do resto”

Mesmo cruzando linha de chegada com quase 30s de desvantagem para o vencedor Sebastian Vettel, alemão comemorou avanço do time no Mundial de Construtores: “Subimos para o segundo lugar, e estou confiante em manter isso até o fim da temporada”

Warm Up / Redação GP, de Guarulhos
 

"Melhor do resto." Esta era a meta de Nico Rosberg e da Mercedes para este domingo (27) em Buddh, palco do GP da Índia, 16ª etapa da temporada 2013 da F1. O alvo, por sinal, foi cumprido: o alemão andou sozinho durante boa parte da prova e, com quase 30s de atraso, cruzou a linha de chegada na segunda posição, atrás apenas do vencedor e novo tetracampeão, o compatriota Sebastian Vettel.
 
Satisfeito com o resultado, Nico comemorou não apenas o desempenho como a pontuação obtida pela Mercedes, que superou a Ferrari e assumiu a vice-liderança entre os Construtores. O título, pelo quarto ano seguido, já é da Red Bull.
Rosberg completou 1-2 da Alemanha em Buddh (Foto: Red Bull/Getty Images)
A cobertura completa do GP da Índia de F1 no GRANDE PRÊMIO
As imagens deste domingo da F1 na Índia

"Tive um bom ritmo hoje, nós realmente achamos o acerto aqui", afirmou Rosberg. "A equipe fez um trabalho fantástico na estratégia, e agradeço aos caras por isso. Nossa meta era ser a melhor do resto neste fim de semana, e isso funcionou perfeitamente", disse.
 
"Para nossa equipe, foi uma corrida muita importante. Marcamos muitos pontos e subimos para o segundo lugar no Mundial de Construtores. Estou bastante confiante de que podemos manter esta posição até o fim da temporada. A equipe está fazendo um ótimo trabalho e nosso carro parece ser bom, mas será uma luta", explicou.
 
Por fim, Rosberg parabenizou Vettel pela conquista de seu quarto título mundial na F1. "Foi um grande trabalho de Sebastian, hoje, e seu quarto título é bem merecido", encerrou.