3º na Malásia, Massa fala em dia bom e vê comportamento dos pneus como fator que pode fazer diferença

Terceiro mais rápido no primeiro dia de treinos em Sepang, Felipe Massa falou em dia bom, mas lamentou tempo perdido por causa da chuva. Brasileiro disse se sentir mais confortável com pneus médios e destacou que compostos podem fazer a diferença na Malásia

As informações do GP da Malásia em tempo real
Especial F1 2013, a temporada imprevisível
A volta virtual em Sepang, narrada por Massa
As imagens desta sexta-feira na Malásia

Felipe Massa voltou a exibir um ritmo forte e concluiu o primeiro dia de treinos livres para o GP da Malásia na terceira posição. O piloto da Ferrari anotou 1min36s661 em seu melhor giro e ficou a 0s092 de Kimi Räikkönen, o mais rápido da sessão
 
“No geral, foi um bom dia, mesmo que a chegada da chuva no fim da segunda sessão tenha nos custado um tempo valioso, no que diz respeito a comparar os dois compostos em trechos longos”, considerou. “O carro respondeu bem nas duas sessões e, em relação aos pneus que a Pirelli trouxe para cá, me sinto muito mais confortável com os médios que já usamos na Austrália”, contou. 
Massa voltou a exibir um ótimo ritmo neste início de Mundial (Foto: Studio Colombo/Ferrari)
Felipe explicou que agora vai avaliar os dados obtidos nos treinos de hoje para entender melhor o comportamento dos pneus no forte calor malaio. 
 
“Agora temos uma longa noite para trabalhar em entender qual o real comportamento dos pneus, porque isso é, definitivamente, o que pode fazer a diferença e nos tornar mais competitivos, enquanto nos preparamos para a classificação e para a corrida”, finalizou. 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube