4º no grid, Maldonado mira top-6 em Abu Dhabi para compensar resultado adverso da Índia

Pastor Maldonado deixou a Índia com o gostinho de que poderia ter feito mais. Por isso, quer reverter o resultado ruim do último fim de semana em pontos no GP de Abu Dhabi – pelo menos oito

► Por falta de combustível, Vettel é desclassificado e larga na última posição no GP de Abu Dhabi

A performance apresentada pela Williams nos treinos livres dava indícios de que seus pilotos poderiam avançar ao Q3 do treino classificatório em Abu Dhabi. Bruno Senna não conseguiu, mas Pastor Maldonado, sim, e muito bem, por sinal. O venezuelano surpreendeu e registrou o quarto melhor tempo deste sábado (3) no circuito de Yas Marina, o que o coloca na segunda fila do grid de largada.

Para a corrida, que começará às 11h (de Brasília) deste domingo, o vencedor do GP da Espanha acredita que poderá terminar entre os seis primeiros colocados, o que compensaria o resultado adverso do GP da Índia. “Esperamos estar no top-10, especialmente na corrida, e eu acho que é possível estar no top-6 [em Abu Dhabi], com a performance que mostramos no último GP e adaptando ao que temos nesta pista”, avaliou.

Maldonado surpreendeu ao beliscar a quarta posição no grid de largada em Abu Dhabi (Foto: Williams)

Ao comentar o resultado da tomada de tempos, Maldonado relembrou do que aconteceu no último fim de semana. Ele acreditava que, na Índia, a Williams poderia ter somado muito mais pontos do que somou – em décimo, Senna marcou o único ponto do time inglês na antiga colônia britânica.

“Entendemos melhor o carro, toda a equipe [entende], então parece que estamos muito melhores nesta corrida do que nas anteriores”, falou Maldonado. “Nós tivemos alguns problemas no passado que não foram fáceis de resolver”, relembrou o piloto, que voltou a lamentar o furo no pneu que sofreu após um toque com Kamui Kobayashi em Buddh. Após o incidente, Pastor cruzou a linha de chegada somente em 16º.

Esta é a quarta vez em 2012 que Maldonado largará em uma das duas primeiras filas do grid. As outras foram nos GPs da Espanha (pole), da Europa (terceiro) e de Cingapura (segundo). Apenas na Espanha, porém, ele terminou a corrida em uma situação tão boa quanto a inicial. Nas demais, o venezuelano sequer pontuou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube