5 coisas que aprendemos na sexta-feira do GP da Áustria da Fórmula 1 2023

Com Max Verstappen pole e favorito por tudo que faz na F1 desde 2022, a Ferrari tem chance real de incomodar no GP da Áustria e sonha até com pódio duplo. A Mercedes não está fora do páreo com Lewis Hamilton e a Aston Martin pode tomar de surpresa da McLaren

Max Verstappen garantiu mais uma pole, em uma sessão não muito tranquila na Áustria. Nesta sexta-feira (30), foi um show de voltas deletadas, inclusive do bicampeão, mas Max achou o giro em 1min04s391, em boa briga com a Ferrari, para fazer a festa na pista da casa da Red Bull.

Charles Leclerc ficou coladinho no bicampeão, apenas 0s048 com a atualizada FerrariCarlos Sainz foi outro que botou os italianos no grupo dos três primeiros, dividindo a segunda fila com Lando Norris, com a também cheia de novidades McLaren.

Relacionadas


Lewis Hamilton sai do quinto lugar, seguido por Lance Strollque superou Fernando Alonso em raro momento na classificação austríaca. Nico HülkenbergPierre Gasly Alex Albon também foram ao Q3 e fecham o top-10 do grid.

O Q2 foi especialmente repleto de voltas deletadas e quem mais sofreu com isso foi Sergio Pérez. O mexicano anotou um ‘hat-trick’ de voltas deletadas e, assim, ficou sem tempo no Q2, caindo antes do Q3 pela quarta corrida consecutiva e largando em 15º. George Russell Esteban Ocon também decepcionaram e vão dividir a sexta fila, enquanto Oscar Piastri Valtteri Bottas partem da sétima fila. Max ainda foi investigado, horas depois, por ter bloqueado Kevin Magnussen no Q1, mas saiu ileso e manteve a pole.

Max Verstappen é pole pela sexta vez em 2023 (Foto: Red Bull Content Pool)

Diante deste cenário, o GRANDE PRÊMIO aponta cinco coisas que aprendemos na sexta-feira da nona etapa da temporada da F1 2023, na Áustria:

Verstappen favorito, mas cuidado com limites de pista!

Pole, em grande fase, com melhor carro possível, no circuito de casa de sua equipe. Enfim, Max é muito favorito, mas nem tudo está ganho. A Ferrari pode ‘marcar pressão’ e o holandês tem outro inimigo ali: os limites de pista. Se escapar muito deles, como fez nesta sexta-feira, vai flertar com punições na corrida. Aí o negócio azeda.

Pérez na panela de pressão: Ricciardo vem aí?

A impressão cada vez mais nítida é que Pérez faz hora extra na F1, especialmente na Red Bull, com o carro dominante da atualidade. O mexicano emplacou a quarta corrida seguida sem chegar ao Q3, uma marca inédita no time desde 2009, ano em que a Red Bull virou uma potência na categoria. As perspectivas para a Áustria são, de novo, de Checo fazendo o mínimo do mínimo. Está difícil imaginar até que vai ser vice-campeão.

Sergio Pérez só ampliou a má fase na classificação da Áustria (Foto: Red Bull Content Pool)

Leclerc e Sainz botam Ferrari na briga por pódio

Há um favoritismo natural em Verstappen pelo que a Red Bull tem feito em 2023 e, claro, peala fase estelar do holandês. O time triunfou em todas as etapas até agora, o bicampeão vem encaixando uma vitória atrás da outra. Só que a Ferrari está ali. Difícil saber o quão ali, já que os italianos sofreram tanto com pneus sendo destruídos desde o ano passado, mas o ritmo existe. Ao menos pódio, vai? Quem sabe duplo?

Hamilton discreto, Russell muito mal. E mesmo assim Mercedes pode ir ao pódio

Russell ficou pelo caminho ainda no Q2 e vem dando sinais cada vez mais fortes de que não pegou totalmente a mão do carro novo da Mercedes. Mesmo assim, a tendência é de reação para o restante do fim de semana, especialmente na corrida, em que o time costuma apresentar ritmo bom. Hamilton também não brilhou, mas se meteu no top-5 e, justamente pelo ritmo de corrida que costuma ser o forte da Mercedes, tem total condição de sonhar com um pódio, afinal, tem as incógnitas Ferrari na frente e um Norris que ainda não deve ter tantas condições assim de lutar.

Lando Norris agradeceu à McLaren por evoluções no carro: finalmente funcionaram! (Foto: McLaren)

Aston Martin cai, McLaren cresce, Alpine gera dúvidas

A Aston Martin não faz parte da ‘F1 B’ em 2023, mas a classificação deu a sensação de que é por ali que o time vai flutuar no GP da Áustria, meio perdido em relação, especialmente, ao que fez a Ferrari. Há ainda o raro fato de ter Alonso atrás de Stroll. Será? Na ‘F1 B’ de verdade, a vantagem clara está com a McLaren de Norris, com atualizações, ritmo fluindo bem, ótima posição de grid. A Alpine já gera mais dúvidas, teve Ocon caindo no Q2 e um Gasly que não conseguiu encaixar volta boa no Q3. Será que os laranjinhas renascem na briga pela quinta força?

GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do fim de semana da Fórmula 1 na Áustria AO VIVO e EM TEMPO REAL. No sexta-feira, no sábado e no domingo, há também a segunda tela, em parceria com a Voz do Esporte. A classificação da sprint race está marcada para a manhã de sábado, a partir das 7h (em Brasília).

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.