5°, Verstappen volta a sofrer com motor e vê distância para Ferrari “bastante dolorosa”

Max Verstappen sai em quinto no grid do GP da Bélgica do próximo domingo (31) e não está feliz. Primeiro, pela distância para a dupla da Ferrari; depois, pelos problemas com o motor Honda no carro da Red Bull

Tal como na sexta-feira de treinos livres, neste sábado (31) de classificação Max Verstappen sofreu com falta de potência no motor Honda de sua Red Bull. A consequência? Apenas a quinta colocação no grid do GP da Bélgica e mais de 1s de distância para o pole Charles Leclerc.

Desta forma, foi impossível ver o holandês satisfeito ao final do dia em Spa-Francorchamps. Verstappen deixou claro que não foi um bom sábado para ele.

"Temos este problema durante todo o final de semana, em que o motor não funciona bem se queremos usar mais energia. Tive esse problema durante todo a classificação", contou Verstappen após o treino.

"É uma pena, especialmente me um circuito em que essa potência é necessária. Tentei tirar o melhor, mas não consegui muita força na reta. Perdi mais de um segundo lá em comparação às Ferrari (a pole ficou com Charles Leclerc, com Sebastian Vettel em segundo), o que é bastante doloroso", seguiu.

Max Verstappen (Foto: Beto Issa)
Paddockast #31
QUEM NA F1 PASSA DE ANO?

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Desta forma, ele espera na corrida ao menos conseguir brigar com as Mercedes por um lugar no pódio – Lewis Hamilton sai em terceiro, com Valtteri Bottas logo atrás. 

"Na corrida, você não pode pilotar com esse modo de classificação, então teremos menos problemas com isso. Então, automaticamente, isso significa que estaremos mais próximos."

"Acho que a Ferrari está muito rápida, mas mesmo com nossos problemas estamos próximos das Mercedes. Então espero poder competir com eles", concluiu Verstappen.

A largada do GP da Bélgica está marcada para 10h10 (horário de Brasília) deste domingo. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.


 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube