Advogado de Van der Garde pede prisão de diretora-executiva da Sauber em batalha judicial na Austrália

A defesa de Giedo van der Garde propôs a prisão, ou então a aplicação de uma multa, a Monisha Kaltenborn, chefe da Sauber, caso o holandês seja privado de correr pelo time no GP da Austrália

Pode acabar em prisão a batalha judicial travada por Giedo van der Garde contra a Sauber na Austrália. Os advogados do piloto propuseram à Suprema Corte de Victoria a detenção de Monisha Kaltenborn, diretora-executiva da equipe suíça, ou então a aplicação de uma multa.

 
A ação que está em trâmite no tribunal nesta sexta-feira (13) tem como objetivo garantir que a Sauber vai cumprir a decisão da justiça australiana e não tomar atitudes que impeçam Van der Garde de competir pelo time no Mundial de F1. O confisco dos bens da escuderia é outra medida que pode ser determinada pelo juiz.
 
A audiência deveria ter sequência às 15h15 pelo horário local, 1h15 (de Brasília), mas as partes solicitaram mais tempo, e um novo horário para o recomeço das atividades ainda será divulgado.
Van der Garde deixa Corte de Victoria (Foto: EFE)

Nesta manhã em Melbourne, Van der Garde entrou no paddock com uma credencial que não era da Sauber e foi até a garagem da equipe, onde conferiu o carro de Marcus Ericsson e saiu dos boxes vestindo o macacão do sueco. Pouco mais tarde, deixou o circuito.

No primeiro treino livre, a Sauber não andou. Ericsson e o brasileiro Felipe Nasr chegaram a ficar sentados no cockpit durante uma hora de sessão, mas sequer entraram na pista. Na segunda sessão, aí sim os dois pilotos que fizeram a pré-temporada com o time puderam andar. Van der Garde, sem a superlicença da FIA, ficou de fora.

O TL3 terá início às 0h00 (de Brasília) deste sábado. O GRANDE PRÊMIO acompanha AO VIVO e em TEMPO REAL.
 

As imagens da sexta-feira do GP da Austrália
#GALERIA(5242)

QUEM É QUEM

Na terceira parte do Guia F1 2015, o GRANDE PRÊMIO faz um raio-X de cada uma das dez equipes do grid para o Mundial que começa neste fim de semana na Austrália, na pista de Melbourne, e que marca a 66ª temporada da história da F1.

O especial também traz as fichas completas dos 22 (!!!) pilotos que vão disputar o título mundial nas 19 ou 20 corridas previstas pelo calendário deste ano. 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube