Aeroporto retira queixas, e justiça indiana revoga mandado de prisão de dono da Force India

Vijay Mallya entrou em acordo com o aeroporto indiano de Hyperbad e por isso o mandado de prisão que havia sido expedido em seu nome foi revogado. O dirigente agora poderá voltar ao país asiático sem ser preso

Dono da Force India, Vijay Mallya agora é um homem livre. Depois de ter um mandado de prisão expedido em seu nome, na última semana, o dirigente teve as queixas retiradas pela justiça indiana nesta quinta-feira (18) após acordo entre as partes.

Mallya estava sendo processado pelo aeroporto de Hyperbad após não ter pagado cerca de US$ 2 milhões devido aos serviços de sua companhia aérea, a Kingfisher. Dessa forma, o dirigente corria o risco de ser preso caso retornasse à Índia, lembrando que o GP no país asiático acontece na próxima semana.

Vijay Mallya está livre da justiça indiana (Foto: Force India)

No entanto, o dono da equipe indiana entrou em acordo com o aeroporto para a quitação da dívida. Com isso, ele está livre para retornar ao país.

A informação foi confirmada por um dos advogados do aeroporto. “A queixa contra a Kingfisher e Mallya foi retirada. Eles nos pediram para retirá-la e depois disso informamos à corte, que havia um acordo sobre”, disse J.B. Chenna Keshava Rao, ao jornal indiano ‘The Press Trust of India.’

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube