F1

Agente defende silêncio em torno da condição de Schumacher: “Ele sempre traçou linha clara entre público e privado”

Agente de Michael Schumacher, Sabine Kehm voltou a defender a decisão de manter silêncio sobre a condição do heptacampeão após o acidente de esqui sofrido em 2013. Empresária ressaltou que o germânico sempre traçou linha clara entre público e privado
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 Michael Schumacher (Foto: Getty Images)

Pouco mais de três após o acidente na estação de esqui de Méribel, o quadro clinico de Michael Schumacher segue um mistério. Na visão da agente do heptacampeão, Sabine Kehm, a opção pelo silêncio foi feita respeitando as diretrizes que o germânico sempre seguiu na carreira.
 
Em dezembro de 2013, Schumacher caiu quando esquiava no Alpes Franceses e bateu com a cabeça em uma rocha. Depois de um longo período de internação, Michael foi levado para casa, mas sua condição de saúde sempre permaneceu em segredo.
Sabine Kehm deixou claro que o silêncio sobre a condição de Schumacher vai continuar (Foto: Reuters)

Em entrevista à publicação alemã ‘Redaktions Netzwerk’, Kehm deixou claro que o mistério vai continuar.
 
“Michael constantemente estabeleceu uma clara linha entre o público e o privado, o que sempre foi aceito pelos fãs e pela mídia”, alegou Kehm. “A decisão de proteger a privacidade dele do público foi tomada no melhor interesse de Michael”, concluiu.
GENIAL, ALONSO FOI ESPETACULAR NA CLASSIFICAÇÃO EM INDIANÁPOLIS E ENTRA NO PÁREO PELA VITÓRIA