Ainda frustrado com Force India, Bianchi revela surpresa por estar no grid da F1 em 2013 pela Marussia

Jules Bianchi disse que ainda levará alguns dias para entender que finalmente é um piloto de F1. O francês teve sua sorte mudada em pouco mais de 48 horas, desde quando foi preterido pela Force India até ter sido contratado pela Marussia para ocupar o lugar de Luiz Razia

A semana passada foi, certamente, das mais intensas vividas por Jules Bianchi em sua carreira no automobilismo. Cria da Academia de Pilotos da Ferrari, o jovem de 23 anos disputava com Adrian Sutil uma vaga como titular da Force India. Depois de praticamente quatro meses de indefinição e de um duelo entre os dois, o alemão levou a melhor e voltou à equipe de Silverstone na última quinta-feira (28), frustrando Bianchi. Mas dois dias depois, a sorte do francês virou de novo, já que, depois de seu agente Nicolas Todt ter trabalhado muito nos bastidores, Jules garantiu a vaga que era de Luiz Razia e assumiu como novo titular da Marussia.

Bianchi não escondeu que ainda está frustrado com a Force India e, ao mesmo tempo, ainda não conseguiu assimilar por completo que finalmente vai fazer parte do grid da F1. Em entrevista ao site francês ‘Sport24’, o jovem de Nice contou como foi do inferno da rejeição ao paraíso ao voltar ao grid da F1 em pouco mais de 48 horas.

Jules Bianchi viveu uma semana intensa em sua carreira antes de fechar com a Marussia (Foto: Marussia F1)

“Sinceramente, pensei que estivesse acabado. E então, havia essa história, mas na minha cabeça havia dito a mim mesmo que eu faria outra temporada como terceiro piloto”, lembrou, falando sobre sua dispensa da Force India. “E foi realmente uma grande surpresa me encontrar na disputa por essa vaga [na Marussia]”, acrescentou.

“A má notícia veio… eu poderia ficar na Force India, mas como terceiro piloto”, disse Jules, deixando claro que não queria ficar mais um ano como um mero suplente. Daí, a sua frustração. “Pensei que tinha feito o suficiente nos últimos anos para dar um passo à frente”, disse, resignado.

Garantido na Marussia, Bianchi, que será o quinto estreante da temporada 2013, disse que ‘a ficha ainda não caiu’. “Acho que é difícil dizer que eu estarei no grid em Melbourne. Desde que eu era pequeno e estava no kart, venho trabalhando para a F1. Então vou levar alguns dias para entender isso”.

Quando questionado sobre como se comportou quando a Marussia lhe ofereceu a vaga, Bianchi não pensou duas vezes. “Imediatamente disse sim. Sabia que isso estava sendo negociado, mas não acreditava muito nisso”, contou. “Sabia que meu agente, Nicolas Todt, trabalhou duro para isso, assim como meus patrocinadores, a Federação Francesa e a Ferrari, que estavam por trás de mim e me ajudaram para que estivesse aqui hoje”, finalizou o novo piloto da Marussia.

Não à toa, pelo menos nos testes da pré-temporada com o carro da Marussia, Bianchi usou em seu capacete os logos da Ferrari e também da Federação Francesa.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube