Ainda sem contrato, Hamilton sonha com oitavo título na F1: “Seria uma coisa incrível”

Lewis Hamilton está em Los Angeles, nos Estados Unidos, enquanto seus advogados negociam com a Mercedes a assinatura de um novo contrato. Enquanto espera para fechar o novo vínculo, o heptacampeão curte o fim das férias, mas já sonha com novas conquistas na Fórmula 1

A novela sobre a renovação de contrato de Lewis Hamilton com a Mercedes permanece ainda sem uma definição, mas o heptacampeão do mundo dá a entender que restam poucos detalhes para a assinatura do novo vínculo. Tanto que o britânico, de 36 anos, busca ir além nas suas conquistas na temporada 2021 e se consolidar de vez como o maior campeão de todos os tempos na Fórmula 1.

Em entrevista recém-publicada pelo jornal italiano La Gazzetta dello Sport, o dono de 95 vitórias na Fórmula 1 deixa claro que a sua ambição permanece intacta.

“Conquistar um oitavo título mundial seria uma coisa incrível. Não consigo sequer avaliar este número. Estou me concentrando em conseguir isso”, ressaltou o dono do carro #44.

Com o sorriso no rosto, Hamilton já sonha com mais conquistas na F1 (Foto: Mercedes)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Com 14 temporadas de experiência na Fórmula 1, todos os sete títulos conquistados e vários recordes ao longo da carreira, Hamilton assegura que a motivação continua em alta para ampliar ainda mais os números que já são superlativos no esporte.

“Para mim, particularmente, todos nós estamos lutando contra alguma coisa. Você tem de descobrir o que te apaixona e o que ama fazer. E eu, pessoalmente, em minha jornada, cheguei a um ponto em que ficou muito sério”, disse o piloto em podcast da Crowdstrike, patrocinadora da Mercedes.

“Nós só temos uma vida. Você tem de gostar do que faz. Você precisa encontrar a felicidade todos os dias no que está fazendo e acho que é muito importante para mim poder viver o momento”, lembrou.

“Sim, é um espaço competitivo em que estou, mas quando entro naquele carro e baixo a viseira, a equipe dá a partida no motor e saio da garagem, estou com o maior sorriso. Mesmo hoje, depois de todos esses anos correndo. Se um dia isso não acontecer, se não tiver mais aquele sorriso, sei que acabou e então vou precisar fazer outra coisa”, emendou Lewis.

Para chegar ao inédito oitavo título na Fórmula 1, Hamilton entende que terá pela frente uma dura adversária: a Red Bull, neste ano reforçada com a chegada de Sergio Pérez. “Imagino que vai ser um ano duro, posso garantir. A Red Bull já mostrou em 2020 que é muito forte”, alertou o heptacampeão para completar.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube