Prost diz que “seria muito fácil” Renault deixar Fórmula 1 em razão da pandemia

A pandemia de Covid-19 quase fez muitas vítimas no grid da Fórmula 1 em 2020 e a Renault esteve na situação de risco. Em entrevista, o consultor e ex-piloto Alain Prost, afirmou que a mudança na chefia quase atrapalhou o futuro do time

Em 2021, a Renault passa a se chamar Alpine, nome da divisão de alta performance da companhia. Mas durante parte do ano, o futuro parecia obscuro para a equipe, que se viu correndo riscos de sair do grid da Fórmula 1, como revelou Alain Prost em entrevista recente ao jornal francês Le Figaro

Consultor da Renault e tetracampeão mundial, Prost afirmou que seria fácil para a companhia sair do grid da Fórmula 1 durante 2020 por conta da pandemia de Covid-19. Depois da entrada do novo CEO, Luca de Meo, e com a assinatura do Pacto da Concórdia, o time se comprometeu a ficar no grid da categoria até 2025.

“Se algo muda na parte de cima, o que aconteceu, então sair da F1 teria sido bem fácil. Por outro lado, temos uma estratégia em volta da marca Alpine”, disse Prost.

Alain Prost destacou as mudanças na Renault, agora Alpine, para o próximo ano (Foto: Renault)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

“A Renault quer usar a Fórmula 1 como marketing e ferramenta de visibilidade. Além da Ferrari, somos a única montadora com programas de médio e longo prazos definidos. Isso nem sempre foi o caso com a Renault no passado”, completou o ex-piloto.

Em 2020, a Renault conseguiu três pódios, dois com Daniel Ricciardo e um com Esteban Ocon, os primeiros desde que retornou à F1 em 2016. Com os resultados, o time ficou em quinto lugar no Mundial de Construtores. Questionado sobre o bom desempenho, o francês mostrou-se bem surpreso.

“Nós não esperávamos ir tão bem. A coisa mais interessante é o fato de que todas as coisas pequenas que ajustamos no carro funcionaram bem. Isso nos dá mais esperança para o futuro e permite criar um plano para os próximos dois anos. Vamos olhar adiante com mais calma”, pontuou.

Para 2021, porém, o time terá uma importante mudança. Ricciardo vai para a McLaren no próximo ano e a Alpine vai contar com Fernando Alonso, bicampeão pela Renault, ao lado de Esteban Ocon.

Ouça os programas do GRANDE PRÊMIO no formato de podcast:
Anchor | Apple | Spotify | Google | Pocket Cast | Radio Public | Breaker

Siga o GRANDE PRÊMIO nas redes sociais:
YouTube | Facebook | Twitter Instagram | Pinterest | Twitch | DailyMotion

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube