Albon diz que “nada mudaria” se Red Bull decidisse por Pérez mais cedo

Para Alexander Albon, seu destino na Fórmula 1 - ou seja, ficar fora em 2021 - não seria diferente se a Red Bull tivesse sido mais rápida no anúncio de que teria Sergio Pérez como companheiro de Max Verstappen

A Red Bull esperou até o dia 18 de dezembro, já com a temporada 2020 da Fórmula 1 encerrada, para anunciar que Sergio Pérez substituiria Alexander Albon na equipe no ano seguinte. Até ali, em teoria, o tailandês não sabia o que seria de sua carreira. E se o aviso fosse feito mais cedo?

Para Albon, em entrevista ao portal ‘Crash’, se a Red Bull tivesse tomado a decisão mais rapidamente nada mudaria, e seu destino seria mesmo deixar a F1, ao menos em termos de titularidade.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Albon subiu duas vezes no pódio da F1, e agora parte ao DTM (Foto: Red Bull Content Pool)

“Não acho que alteraria muita coisa. Digo, a equipe fez o anúncio tardio porque a escolha foi tardia, também. Precisavam ver como as coisas iam andar e até que elas melhoraram para mim, mas também um pouco tarde”, comentou Albon.

“Acho que minha melhor corrida do ano foi em Abu Dhabi (última da temporada, em que foi quarto lugar). Sinto que estava melhorando e não, não acho que se eles tivessem tomado a decisão mais cedo portas se abririam para mim”, completou o tailandês.

Albon ficou muito abaixo de Max Verstappen, seu então companheiro, na classificação final: anotou apenas 105 pontos, terminando em sétimo, e com apenas dois pódios, no Bahrein e na Toscana. O holandês foi terceiro no Mundial, com 214 pontos e duas vitórias – incluindo a mesma Abu Dhabi.

Em 2021, Albon segue como reserva da Red Bull na Fórmula 1, enquanto disputa o DTM – em curiosa união da marca com a Ferrari, ele vai pilotar a Ferrari 488 GT3 Evo 2020, preparado pela AF Corse, a equipe oficial da escuderia no GT.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube