Albon lamenta nova queda no Q2 e reconhece: “Não consigo explicar aquela volta”

Alexander Albon repetiu o GP da Hungria e caiu ainda no Q2 da classificação para o GP da Inglaterra. O tailandês não soube explicar o motivo do desempenho

Alexander Albon teve mais uma decepção neste sábado (1). Pela segunda corrida consecutiva, o tailandês da Red Bull foi eliminado ainda no Q2 da classificação e, assim, vai largar na 12ª colocação no GP da Inglaterra, enquanto o companheiro Max Verstappen sai de terceiro. Mirando a recuperação como foi na Hungria, Albon admitiu, porém, que teve uma volta final bem abaixo do que deveria na segunda fase da definição do grid.

O piloto da Red Bull, que já havia batido durante o TL2, explicou que começou o Q2 tentando se garantir no Q3 de pneus médios, para ter uma tática mais promissora na corrida. No entanto, resolveu mudar para os macios por ser uma opção mais segura para garantir a vaga entre os dez primeiros. Não deu certo e Alex não sabe bem como.

“Tentamos os pneus médios e não foi uma volta terrível, mas também não foi uma grande volta. Cometi uns erros, poderia ter ido melhor. Aí ficamos na dúvida entre correr risco com os médios ou ir na aposta segura, com os macios, que foi o que a gente escolheu. E aí eu não consigo explicar aquela última volta muito bem. Não tiramos tudo dela e foi isso. Não faltou muito, mas deveríamos estar em uma posição melhor”, disse.

Alexander Albon voltou a decepcionar e ficou apenas em 12º no grid (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)

A esperança de Albon está em repetir o que aconteceu em Budapeste, quando saiu também do meio do pelotão e chegou na quinta colocação.

“Os domingos costumam ser melhores para mim. Consegui ganhar boas posições nas últimas corridas, precisamos seguir assim agora. Temos a escolha livre dos pneus para amanhã, vamos poder recuperar umas posições”, completou.

Chefe da Red Bull, Christian Horner não falou muito sobre o rendimento do tailandês, mas deixou claro que ficou desapontado com a performance do #23 em mais uma classificação.

“Foi uma classificação frustrante, especialmente pelas diferenças na tabela de tempos. Foi decepcionante, sim, não ter nossos dois carros juntos no Q3”, disse ao canal britânico Channel 4.

Pressionado, Albon ocupa a quinta colocação no Mundial de Pilotos. O tailandês tem 22 pontos anotados, 11 a menos que o companheiro Verstappen.

A partir de 9h (de Brasília) deste domingo, o GRANDE PRÊMIO apresenta o Briefing no canal no YouTube, com todas as informações e detalhes que antecedem a largada do GP da Inglaterra de Fórmula 1, que começa às 10h10, quando o site passa a acompanhar EM TEMPO REAL.

Paddockast #72 | OS CARROS MAIS DOMINANTES DA HISTÓRIA DA F1
Ouça também: PODCASTS APPLE | ANDROID | PLAYERFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube