Alfa Romeo mantém cores tradicionais e encerra apresentações da Fórmula 1 2022

Alfa Romeo finalmente apresenta a pintura da C42 e encerra o ciclo de apresentações dos carros da Fórmula 1 em 2022. Neste ano, equipe vai correr com Valtteri Bottas e o estreante Guanyu Zhou

COMO FOI O ÚLTIMO DIA DA PRÉ-TEMPORADA DA FÓRMULA 1 2022 EM BARCELONA | Briefing

Os lançamentos da Fórmula 1 2022 finalmente chegaram ao fim neste domingo (27), com a apresentação do novo carro da Alfa Romeo. Última equipe do grid a mostrar sua nova pintura, o time já tinha colocado o modelo C42 na pista durante a pré-temporada em Barcelona, mas com um visual camuflado. Para este ano, apesar da mudança de pilotos e novos patrocínios, segue com a pintura branca e vermelha.

Como já tinha colocado o carro na pista, a Alfa Romeo apresentou o modelo que vai acelerar no Bahrein para a segunda rodada de testes de pré-temporada. De maneira discreta, sem uma apresentação formal, o time não seguiu outras equipes, que transformaram seus lançamentos em eventos ao longo do último mês.

“O começo da temporada é sempre um período empolgante, onde vamos o fruto do trabalho de centenas de pessoas depois de um longo período. A C42 é um carro que estamos ansiosos para ver correndo, não apenas por ser o primeiro desse novo regulamento, em que os carros devem estar mais próximos, mas porque temos confiança de que esse carro vai dar um grande salto na direção do topo do grid”, disse Frédéric Vasseur, chefe da equipe.

A pintura do C42 foi finalmente revelada (Foto: Alfa Romeo)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

A Alfa Romeo foi a única equipe do grid a mudar os dois pilotos para 2022 e também vai abrigar o solitário novato da turma atual da Fórmula 1. Depois da aposentadoria de Kimi Räikkönen e da mudança de Antonio Giovinazzi para a Fórmula E, o time correu para anunciar o já veterano Valtteri Bottas, que se encaminha para sua décima temporada na categoria. Depois de cinco anos de vitórias e decepções na Mercedes, o finlandês chega para liderar o desenvolvimento do time depois de um ano apagado, quando a Alfa somou míseros 13 pontos e ficou em nono lugar, à frente apenas da Haas.

O outro piloto da equipe será o estreante Guanyu Zhou, membro da academia de desenvolvimento da Alpine. Primeiro piloto chinês a ser titular na Fórmula 1, vem de três anos consecutivos na Fórmula 2, com direito a terceiro lugar no último certame. Zhou venceu cinco corridas na categoria de acesso e contou com apoio de fortes patrocinadores que, segundo o diário suíço Blick, vão colocar um aporte anual de US$ 25 milhões (ou R$ 136,4 milhões) na escuderia.

Somente dois outros chineses chegaram a participar de sessões oficiais da Fórmula 1, mas na condição de reservas: Ma Qinghua, em quatro TL1 em 2012 com a HRT e no TL1 do GP da China de 2013, com a Caterham; e Adderly Fong, que fez o treino de sexta-feira do GP de Abu Dhabi de 2014 com a Sauber.

Antes da confirmação de Zhou, vários nomes chegaram a ser apontados no paddock como futuro companheiro de equipe de Bottas. Desde Alexander Albon — que foi confirmado como piloto da Williams em 2022 —, passando por Nyck de Vries, campeão da Fórmula E e reserva da Mercedes, Oscar Piastri, líder da Fórmula 2, o prodígio francês Théo Pourchaire, e mais recentemente Colton Herta. Mas o acesso do norte-americano esteve condicionado à compra da Sauber — que corre sob o nome de Alfa Romeo na F1 — por parte de Michael Andretti mas a operação não foi concretizada na última hora depois que divergências sobre o controle acionário da empresa suíça.

Nos testes em Barcelona, a Alfa Romeo foi a penúltima equipe nos quesitos voltas e quilometragem. O time andou apenas 175 giros no circuito espanhol com suas dupla de pilotos titulares e também com o reserva Robert Kubica. Entre os 21 carros que entraram na pista espanhola, a Alfa viu Zhou ficar com o 16º melhor tempo no geral, enquanto Bottas e Kubica foram os dois piores.

FÓRMULA 1 RESISTE À POSSÍVEL ENTRADA DA ANDRETTI EM 2024. POR QUE?
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar