Alonso admite Ferrari “um pouco” perdida em 2012, mas avisa: “Estou melhor do que no ano passado”

Fernando Alonso reconheceu que a Ferrari estava um pouco perdida para tentar acompanhar o ritmo das rivais no ano passado. Asturiano colocou 2012 como melhor ano de sua carreira, mas avisou que está melhor do que na temporada anterior

 

A temporada 2013 da F1 começa no próximo domingo (17) com o GP da Austrália, em Albert Park. Às vésperas da estreia, Fernando Alonso fez um balanço do ano passado e reconheceu que a Ferrari estava um pouco perdida enquanto tentava buscar a mesma performance das equipes rivais. 
 
O companheiro de Felipe Massa, entretanto, assegurou que está mais motivado, mas alertou que precisa de um carro que seja melhor do que o apresentado pela escuderia vermelha no ano anterior. 
Alonso afirmou que está melhor do que no ano passado (Foto: Xavi Bonilla/Grande Prêmio)
“Estou mais motivado do que no ano passado, mas, é claro, também preciso de um carro melhor que o do ano passado, porque nós estávamos muito longe dos líderes”, ponderou. “Eu, obviamente, estava motivado e queria vencer, mas cheguei na Austrália e na Malásia sem muita confiança no que nós podíamos fazer e sem muita confiança no carro. Não tinha muita confiança no que estávamos fazendo – estávamos um pouco perdidos”, reconheceu.
 
Apesar da fase vivida pela Ferrari, Fernando vê 2012 como o melhor ano de sua carreira, mas acredita que poderá ser ainda melhor nesta temporada. 
 
“O ano passado foi o melhor da minha carreira e eu estava muito feliz com a performance, mas acho que este ano será melhor”, opinou. “Temos um melhor ponto de partida e eu aprendi muito com alguns dos erros do ano passado.”
 
“A crença, a confiança e a motivação são melhores do que em qualquer outro ano e estamos continuamente aprendendo”, ressaltou. “Me preparei melhor. Estou melhor do que no ano passado”, concluiu. 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube