Alonso afirma que objetivo em 2018 é ser competitivo por seus fãs: “Querem ver novamente a bandeira espanhola no pódio”

Fernando Alonso não vence uma corrida na F1 desde 2013, na Espanha. A saudade de estar no topo do pódio, portanto, é gigante. E é isso que ele quer corrigir para 2018

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Fernando Alonso venceu pela última vez na F1 ainda com a Ferrari, em 2013 – e em casa, na Espanha. Já se vão quatro temporadas sem o asturiano no topo do pódio, e os fãs sentem saudades disso. Por esta razão, seu objetivo declarado para a próxima temporada é simples: agradar sua torcida.

Em entrevista ao 'As', após evento beneficente que realizou em seu país natal, Alonso afirmou que sente uma "grande ânsia" em voltar a estar na parte de cima da briga na F1.

"Meu objetivo para 2018 é voltar a ser competitivo, por mim e também por minha torcida. Querem ver a bandeira espanhola de novo no pódio e é isso que vamos tentar", disse o bicampeão do mundo.

Fernando Alonso (Foto: McLaren)

Para ele, isso só será possível se o começo de temporada for bom para a McLaren: "Se não formos bem num primeiro momento, será difícil alcançar os líderes. É muito importante que estejamos bem nos testes em Barcelona e na Austrália."

Seu otimismo foi exemplificado na esperança que tem com os motores Renault: "Estão trabalhando muito na fábrica. O motor Renault também pode melhorar, mas já conseguiram bons resultados com a Red Bull. Já tivemos muitas surpresas negativas nos últimos tempos, espero que tenha chegado a hora da surpresa ser positiva", finalizou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube