Alonso elogia estratégia e ritmo da Lotus na Austrália, mas avalia: “Nada que não possamos fazer”

Na Malásia para o segundo GP da temporada 2013 da F1, Fernando Alonso voltou a elogiar a atuação da Lotus na Austrália, mas afirmou que não foi nada que a Ferrari não possa fazer. Asturiano destacou que prova em Sepang será uma confirmação para o time de Maranello

 

Fernando Alonso voltou a elogiar o desempenho da Lotus no GP da Austrália nesta quinta-feira (21). Em Sepang para o GP da Malásia de F1, o asturiano destacou o bom ritmo e a ótima estratégia adotada pelo time de Enstone em Melbourne, mas ponderou que a escuderia rival não fez nada que a Ferrari não possa fazer.
 
Kimi Räikkönen andou no ritmo de Ferrari e Red Bull em Albert Park e, controlando melhor o desgaste dos pneus, fez uma parada a menos que os rivais e venceu a etapa australiana. Alonso ficou com o segundo posto, à frente de Sebastian Vettel. 
Alonso acredita que Malásia servirá como uma confirmação para a Ferrari (Foto: Ferrari)

 

As informações do GP da Malásia em tempo real
Especial F1 2013, a temporada imprevisível
A volta virtual em Sepang, narrada por Massa
As imagens desta quinta-feira na Malásia

“Acho que o ritmo da Lotus foi muito bom, mas nada que não possamos fazer”, avaliou Alonso. “Eles tiveram uma corrida bem limpa, sem tráfego e com uma estratégia muito boa, mas o ritmo não era nada inalcançável”, defendeu. “Aqui nós podemos brigar um pouco mais próximos.”

 
Alonso voltou a se mostrar animado com a evolução da F138 em relação ao carro do ano passado, mas ponderou que as características do traçado de Melbourne dificultam uma avaliação precisa do carro. Por isso, Fernando acredita que o GP da Malásia será uma confirmação as sensações obtidas ao longo da pré-temporada e da etapa de 2013.
 
“Temos mais ou menos um carro competitivo. Na Austrália tudo funcionou até que bem para nós”, considerou. “Mas é verdade que o circuito da Austrália e muito estranho e muito incomum”, ressaltou. 
 
“[Sepang] é para nós um pouco de confirmação. Precisamos confirmar se o carro esta tendo uma boa performance depois de algumas sensações positivas no inverno e na Austrália”, falou. “Este é um teste muito real para nós e, de novo, um pódio será uma boa meta para alcançar”, encerrou Alonso, que completa neste fim de semana 200 GPs na F1. 
 

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube