Alonso promete “melhor corrida do ano” no adeus em Abu Dhabi e brinca: “Vou cortar as chicanes”

Com apenas duas corridas por fazer antes de sua despedida da F1, Fernando Alonso já planeja que Abu Dhabi, a derradeira etapa, seja a melhor de 2018. Nem que, para isso, tenha que tomar certas atitudes não muito convencionais na pista

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

Se na pista é quase impossível que Fernando Alonso consiga guiar o atual carro da McLaren para algo glorioso, ao menos no marketing o espanhol tem construído uma bela história para sua despedida da F1, ao final desta temporada.

A nova ideia de Alonso é garantir que sua última corrida na categoria, em Abu Dhabi, seja inesquecível. Nem que, para isso, tenha que tomar "atitudes drásticas".

Em entrevista ao 'Motorsport-Total', da Alemanha, o espanhol prometeu que a prova nos emirados Árabes Unidos será especial: "Abu Dhabi será minha melhor corrida, tenho certeza disso."

Fernando Alonso (Foto: McLaren)

"Se eu não for rápido o suficiente, vou cortar as chicanes, lá há muitas áreas de escape. Talvez a FIA feche um pouco os olhos para mim por ser a última corrida", brincou o #14.

Por enquanto, ele vê o GP do Azerbaijão como a melhor corrida do ano para ele até aqui (foi 7°): "Na primeira volta fiquei em último lugar, o carro estava ruim e não tinha esperanças de terminar em sétimo. Acabou sendo uma boa recompensa para a equipe", concluiu.

O Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1 acontece este ano nos dias 9, 10 e 11 de novembro, no autódromo de Interlagos. Os ingressos para a corrida estão disponíveis no único site oficial do evento: www.gpbrasil.com.br. 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube