Alonso revela frustração com falta de confiabilidade da McLaren, mas espera torcida e “ambiente fantástico” no Brasil

Palco da conquista dos seus dois títulos mundiais, Interlagos desta vez receberá um Fernando Alonso longe da disputa pelas primeiras posições. O piloto da McLaren, desta vez, almeja apenas ter o maior tempo de pista disponível, sem enfrentar problemas que prejudicaram sua jornada nos Estados Unidos e no México. Para isso, o espanhol também espera uma grande torcida em Interlagos

Definitivamente, Interlagos faz parte da história bem-sucedida de Fernando Alonso na F1. Em que pese o fortíssimo acidente sofrido no GP do Brasil de 2003, o espanhol, hoje com 34 anos, tem grandes recordações do circuito paulistano, uma vez que foi lá que comemorou seus dois títulos mundiais, em 2005 e 2006. Pouco mais de dez anos depois de soltar o grito de campeão pela primeira vez, Fernando regressa ao Brasil, mas desta vez numa situação muito distinta. Acostumado a brigar por vitórias e títulos, tudo o que Alonso pode almejar desta vez é completar a corrida e, com alguma sorte, marcar alguns pontos.
 
Fato é que a falta de confiabilidade do pacote McLaren Honda ficou evidente ao longo de toda a temporada e, para Alonso, é frustrante chegar a Interlagos depois de duas corridas complicadas por problemas no MP4-30. Tanto nos Estados Unidos como no México, Fernando sofreu muito. No Hermanos Rodríguez, por exemplo, só largou mesmo em respeito aos fãs, mas sequer completou a primeira volta.
No palco do bi, Alonso hoje só sonha em ter o maior tempo possível de pista com a McLaren (Foto: McLaren)
Por isso, suas expectativas estão apenas em buscar a maior evolução possível com a McLaren. Na verdade, Alonso está feliz é por ter novamente a chance de correr no Brasil e poder desfrutar de um “ambiente fantástico”, como definiu o próprio bicampeão. Será a oportunidade de buscar motivação para curtir um pouco o fim de uma temporada tão difícil.
 
“Depois da enorme torcida que recebemos no México, estou certo de que vão nos receber de forma calorosa no Brasil também. O ambiente é sempre fantástico, e os fãs brasileiros são igualmente apaixonados. É um lugar muito especial e sempre vemos corridas inesquecíveis ali, de modo que, tomara, possamos ter um bom fim de semana”, disse Alonso, ansioso pelo GP do Brasil.
 
“Interlagos é um circuito interessante para guiar: é ondulado e conta com algumas curvas desafiadoras. A volta é bastante curta, de modo que o tráfego pode ser um problema, mas isso se soma ao drama e a emoção do evento em si. Sempre espero com vontade que essa corrida chegue logo”, comentou.
 
Fernando não se furtou a revelar seu estado de espírito depois de duas corridas tão complicadas. “Para mim, foi frustrante ter tanto azar em termos de confiabilidade. É algo em que sempre estamos trabalhando duro e é nisso que vamos focar com uma atenção especial no GP do Brasil para poder ter certeza de que vamos aproveitar do maior tempo de pista possível durante o fim de semana.”
Há pouco mais de dez anos, Alonso comemorava em Interlagos seu primeiro título mundial (Foto: Reprodução/Twitter)
“Sabíamos que o México seria complicado, e muitas das características de Interlagos são parecidas, com suas inclinações e retas longas. Entretanto, é um circuito incrível e sempre divertido, de modo que não vejo a hora de encarar o fim de semana”, complementou o piloto.
 
Na visão de Alonso e da McLaren, a meta para o fim de semana é uma só: buscar o máximo possível de informações visando a temporada 2016. “Seguimos evoluindo com nosso ritmo e conseguimos realizar pequenas melhorias a cada corrida, então sabemos que é importante seguir trabalhando e acelerando até o fim da temporada. Todas as corridas contam, e quanto mais nós pudermos aprender e mais informação pudermos acumular em cada pista, mais dados vamos ter à nossa disposição ao longo do inverno para o desenvolvimento do nosso novo pacote”, finalizou.
 
O GRANDE PRÊMIO terá uma cobertura especial do GP do Brasil de F1 e vai acompanhar ‘in loco’ todos os principais eventos ao longo da semana, bem como todas as atividades no paddock e na pista em Interlagos.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube