Alonso se diz feliz com 7º lugar e afirma que chegou ao limite da Ferrari em Abu Dhabi

Fernando Alonso afirmou que não poderia melhorar o desempenho no treino classificatório do GP de Abu Dhabi, já que a marca de 1min45s1 foi o limite da Ferrari no fim de semana. Apesar disso, o piloto esperar um resultado melhor na corrida

► Por falta de combustível, Vettel é desclassificado e larga na última posição no GP de Abu Dhabi

A sétima colocação obtida por Fernando Alonso no treino classificatório do GP de Abu Dhabi, disputado neste sábado (3), esteve longe do ideal, ainda mais com Sebastian Vettel conquistando o terceiro melhor tempo. Apesar disso, o espanhol se mostrou satisfeito com o resultado ao afirmar que chegou ao limite do carro e não tinha o que fazer para conseguir um desempenho melhor.

“Eu acho que hoje nós não fomos competitivos, mas pessoalmente estou feliz com o desempenho no treino classificatório”, disse o bicampeão. “Conseguimos extrair o máximo do carro. Eu completei uma volta em 1min45s1, no Q2, e novamente 1min45s1, na minha primeira volta no Q3. E depois repeti o tempo na segunda tomada de tempo”, declarou.

Fernando Alonso afirmou ter chegado ao limite da Ferrari (Foto: Shell/Getty Images)

“Eu acho que poderia dar mais 100 voltas e acabaria conseguindo 1min45s1 em todas elas, porque esse era o máximo para hoje. Infelizmente havia seis pessoas mais rápidas que nós”, completou o piloto da Ferrari, que larga quatro posições atrás do rival na luta pelo título.

O espanhol, por fim, disse que espera um desempenho melhor durante a corrida. “Normalmente o ritmo melhor no domingo, então espero que esse seja o caso”, encerrou.

A esperança do espanhol não é por acaso. Na última semana, na Índia, Alonso também não conseguiu largar nas primeiras filas, mas foi capaz de abrir caminho entre os carros da McLaren e da Red Bull para terminar com a segunda colocação.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube