Alonso segue para “circuito único” de Mônaco com otimista com ritmo da McLaren: “Temos um chassi equilibrado”

Vencedor do GP de Mônaco em 2006 e 2007, Fernando Alonso volta ao Principado neste fim de semana com a confiança em obter um bom resultado com a McLaren. O bicampeão do mundo aposta no desempenho do MP4-31 em um circuito ímpar

Fernando Alonso não consegue esconder o otimismo que sente ao falar do GP de Mônaco. Há dez anos, o espanhol conquistava sua primeira vitória no Principado, repetindo o êxito em 2007, com a McLaren. Sua confiança em conseguir um bom resultado agora, na sexta etapa da temporada 2016, se baseia na evolução do carro da McLaren e, sobretudo, pelo equilíbrio do chassi do MP4-31.
 
“Sou otimista, acho que vamos poder colocar o carro em boa posição neste circuito”, declarou o bicampeão do mundo, confiante no pacote da McLaren para o fim de semana.
Fernando Alonso acredita que a McLaren poderá desempenhar bom papel no fim de semana (Foto: Repsol)
“Contamos com um carro que tem um chassi muito equilibrado, e vai ser interessante ver onde estamos nos circuitos com características que podem colocar mais em evidência nossos pontos fortes”, afirmou o espanhol, que abandonou oGP da Espanha.
 
Ao falar sobre o circuito monegasco, Alonso ressaltou que não se trata de uma pista fácil de ultrapassar. Mas isso não significa, necessariamente, que não seja prazeroso guiar lá. 
 
“Mônaco é único. As características da pista fazem com que as corridas sejam um tanto imprevisíveis e que haja mudanças nas posições”, disse Fernando. 
 
“Não acho que existam muitos pilotos no mundo que digam que não gostam de correr lá. Às vezes pode ser muito frustrante por ser muito estreito e ser quase impossível de ultrapassar, mas a sensação que se tem quando você faz uma volta perfeita ou quando consegue fazer uma ultrapassagem, faz que você se sinta mais do que satisfeito”, concluiu.
PADDOCK GP #29 RECEBE PIPO DERANI E DEBATE GP DA ESPANHA DE F1

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube